Cotidiano

Campo Grande aguarda chegada de novo lote de vacinas para definir próximo público

Remessa com 78 mil doses chega nesta quinta-feira em MS

Gabriel Maymone Publicado em 15/04/2021, às 09h06

Campo Grande deve divulgar novo cronograma após confirmação da quantidade de doses
Campo Grande deve divulgar novo cronograma após confirmação da quantidade de doses - Divulgação / PMCG

Campo Grande espera a chegada da nova remessa de vacina contra covid para confirmar a quantidade de doses e definir o próximo público a ser imunizado. Nesta semana, o município abriu o cadastro para o público de 55 a 59 anos, grávidas e para mulheres com até 45 dias de pós-parto.

O cronograma conforme faixa etário chegou até idosos com 61 anos nascidos de janeiro a julho, que foi realizada na sexta-feira (09). 

Então, conforme consta no plano municipal de imunização da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), são 40.779 pessoas com idade de 60 a 64 anos em Campo Grande, por isso o município depende da quantidade que chegará de doses para definir até qual idade será possível imunizar.

Além disso, é necessário seguir o cronograma de aplicação da 2ª dose, pois quem recebeu a 1ª aplicação, deve ser imunizado novamente dentro de 3 semanas.

Como se cadastrar?

O acesso é feito pelo endereço web vacina.campogrande.ms.gov.br, através de qualquer dispositivo que esteja conectado à internet. É necessário escolher o menu “primeiro acesso” e, posteriormente, selecionar o perfil indicado e clicar em continuar. A pessoas deverá preencher um formulário com dados pessoais e obrigatórios exigidos pelo Ministério da Saúde.

Antes de finalizar a identificação, a pessoa deverá enviar pelo sistema os documentos de identificação obrigatórios para a vacinação (carteira de conselho da categoria; e/ou documento com foto; e/ou documento de vínculo empregatício; dentre outros);

Finalizada a identificação, a pessoa poderá se dirigir até os locais de vacinação referenciar, e informar aos responsáveis nesses locais que já realizou a identificação pelo sistema.

Em um segundo momento e conforme a logística de distribuição das vacinas, será informado, através desse sistema, a data e o local de vacinação da pessoa já identificada, como forma de diminuir as filas e o tempo de permanência nesses locais, evitando aglomerações.

A identificação pelo sistema não é obrigatória, quem não conseguir preencher os dados online poderá se dirigir aos locais de vacinação tendo em mãos os documentos obrigatórios de identificação.

Jornal Midiamax