Cotidiano

Avanço da pandemia em MS resulta na suspensão de atendimentos na Sedhast e Procon

Suspensão é até o dia 24 de junho, conforme portarias

Renata Volpe Publicado em 11/06/2021, às 07h38

Atendimento presencial no Procon-MS está suspenso até 24 de junho
Atendimento presencial no Procon-MS está suspenso até 24 de junho - Edemir Rodrigues, Divulgação

O avanço da pandemia da Covid-19 em Mato Grosso do Sul e 43 municípios em bandeira cinza, incluindo Campo Grande, fez com que os atendimentos presenciais na Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho) e Procon, suspendessem os atendimentos presenciais até 24 de junho.

Conforme portarias publicadas no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (11), o atendimento presencial na Sedhast está suspenso em caráter temporário e por prazo determinado, no período de 11 a 24 de junho. Qualquer informação poderá ser solicitada através do telefone (67) 3318-4100. 

O prazo de suspensão será de 15 dias, passível de prorrogação, se necessário, e em função das mesmas razões que autorizam a sua implantação, ou seja, dos casos da Covid-19. 

O mesmo período de suspensão vale para as unidades do Procon no Estado. Durante o período de suspensão, os consumidores poderão encaminhar suas reclamações, solicitações de orientação e denúncias pelos seguintes canais: site procon.ms.gov.br, clicando em “Faça aqui sua reclamação” ou em “Fale conosco”, disque-denúncia, discando 151; aplicativo https://play.google.com/store/apps/detais?id=procon.sgi.ms.gov.br e pelo whatsapp (67) 99158-0088. 

As reclamações, solicitações de orientação e denúncias, serão analisadas pelos servidores do Procon, sendo tomadas as medidas necessárias de acordo com o caso concreto. 

Além disso, os prazos administrativos do órgão também estão suspensos até 24 de junho, além da realização das audiências de conciliação.

Jornal Midiamax