Aulas em 2021 serão híbridas na rede estadual de MS e Campo Grande ainda estuda estratégia

As aulas em 2021 ainda seguem as incertezas da pandemia do coronavírus, que está em seu pior momento em Mato Grosso do Sul. Na rede estadual de MS, a SED (Secretario Estadual de Educação) continua com o planejamento de aulas no formato híbrido (presencial e remoto). Já na rede municipal de Campo Grande, ainda não […]
| 08/01/2021
- 19:01
Aulas em 2021 serão híbridas na rede estadual de MS e Campo Grande ainda estuda estratégia
Ilustrativa (Foto: reprodução) - Ilustrativa (Foto: reprodução)

As aulas em 2021 ainda seguem as incertezas da do coronavírus, que está em seu pior momento em Mato Grosso do Sul. Na rede estadual de MS, a SED (Secretario Estadual de Educação) continua com o planejamento de aulas no formato híbrido (presencial e remoto). Já na rede municipal de Campo Grande, ainda não há definição de como será o retorno dos alunos.

A SED informou ao Jornal Midiamax que continua trabalhando com o planejamento de aulas no formato híbrido, ou seja: na modalidade presencial e remota. Porém, o órgão informou que tomará a decisão baseada nas orientações do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança) da SES (Secretaria Estadual de Saúde) e do COE (Centro de Operações de Emergências).

“O retorno dos estudantes está previsto para o dia 01 de março e ocorrerá seguindo as orientações dos órgãos de saúde. Estamos trabalhando com a ideia do ensino híbrido e o nosso planejamento é realizado com base nisso, mas todas as decisões que tomamos sobre essa questão são com base nas orientações dos órgãos de saúde”, destacou a SED.

Para os profissionais, o retorno está programado para o dia 5 de fevereiro. A SED informou que, neste primeiro mês, ocorre a jornada pedagógica com orientações e formações.

Calendário escolar

A programação ainda conta com sábados letivos, bem como 15 dias de férias escolares entre os dias 2 e 16 de julho. As aulas estão marcadas para terminar no dia 10 de dezembro de 2021. Os exames finais serão realizados entre 13 e 16 de dezembro.

Conforme artigo do calendário, não haverá alteração da data de início das aulas. Segundo resultados preliminares do Censo Escolar de 2020, elaborado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), a rede estadual de ensino tem 204 mil estudantes. Veja aqui o calendário escolar de 2021.

Campo Grande

A um mês para o início das aulas, que está previsto para o dia 8 de fevereiro, o ano letivo da Reme (Rede Municipal de Ensino) de Campo Grande segue indefinido.

Aulas em 2021 serão híbridas na rede estadual de MS e Campo Grande ainda estuda estratégia

Em nota, a prefeitura informou que ainda não há decisão se as aulas serão presenciais ou remotas. “Será necessário avaliar como estará a situação de saúde mais próximo da data”, explicou.

Cada unidade da Reme deverá elaborar o próprio calendário escolar, por ser o instrumento que expressa a ordenação temporal das atividades escolares, tendo por base as minutas de calendário publicadas anexas às Resoluções normativas mencionadas.

As para docentes e discentes está prevista para acontecer entre 2 e 16 de julho. Os demais profissionais que atuam nas Emeis (Escolas Municipais de Educação Infantil) estarão em atividades internas no período de férias.

O ano letivo somente poderá ser encerrado, depois do efetivo cumprimento dos duzentos dias letivos previstos no calendário escolar. No caso das Emeis, será no dia 22 de dezembro, e as demais escolas, no dia 16 de dezembro de 2021.

Veja também

Corpo de Bombeiros foi acionado para um incêndio de grandes proporções em vegetação de um...

Últimas notícias