Cotidiano

Após vacinação em massa, Ponta Porã publica novo decreto flexibilizando regras e revogando decretos anteriores

Está permitido o funcionamento de tudo até as 23h

Ranziel Oliveira Publicado em 19/07/2021, às 13h52

Sede da Prefeitura de Ponta Porã
Sede da Prefeitura de Ponta Porã - (Foto: Divulgação / Prefeitura de Ponta Porã)

Após a vacinação em massa, a prefeitura de Ponta Porã flexibilizou as regras para o funcionamento do comércio em geral. De acordo com o novo texto do decreto n.º 8.923/21, assinado na manhã da sexta-feira (16), todos os decretos anteriores que estavam em vigor, estão revogados.

A partir de agora e, objetivando, sobretudo, estimular o reaquecimento da economia local, está permitido o funcionamento de tudo até as 23h, desde que sejam respeitados a capacidade de lotação máxima de 50% dos estabelecimentos, uso de máscaras, higienização das mãos com álcool 70% e distanciamento mínimo de 1,5 metro entre pessoas e mesas. O toque de recolher passa a ser das 23h às 5h.

No entanto, está proibido o uso e compartilhamento de cigarros eletrônicos e narguilés. Estabelecimentos são responsáveis por providenciar e avisar os seus clientes sobre as regras, e cabe à Vigilância Sanitária realizar a fiscalização e eventual punição dos estabelecimentos infratores.

Internados

O prefeito de Ponta Porã, Hélio Peluffo, apresentou números mais recentes de ocupação do Hospital Regional: “Estamos com metade de nossa capacidade de atendimento ocupada. Temos 20 pessoas internadas na UTI Covid, sendo 13 de Ponta Porã e 7 de fora. Além disso, temos 11 pessoas internadas nos leitos Clínicos do Hospital Regional. Os números, neste momento, jogam a nosso favor”, destacou.

Estima-se que ainda faltem ser vacinadas, pelos mais variados motivos, cerca de 20 mil pessoas em Ponta Porã.

Jornal Midiamax