Cotidiano

Após vacinação, cai 72% número de servidores com covid no HRMS em 4 meses

Hospital irá concluir imunização de funcionários no dia 29 de junho

Gabriel Maymone Publicado em 04/05/2021, às 12h17

Hospital irá concluir imunização de servidores em junho
Hospital irá concluir imunização de servidores em junho - Divulgação / HRMS

Após o início da vacinação dos profissionais de saúde, o HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) registrou queda de 72% no número de servidores infectados com covid.

Conforme o hospital, o pico da doença foi em abril, com 68 notificações de funcionários contaminados. A vacinação começou no dia 18 de janeiro. A unidade fechou o mês de abril com apenas 19 casos confirmados.

Assim, a vacinação entre os trabalhadores segue na reta final. Dessa forma, das 5.117 doses recebidas pelo HRMS, 4.548 já forma utilizadas. As outras 569 serão aplicadas até o dia 29 de junho, quando todos os profissionais terão concluído as duas etapas da imunização.

A diretora de enfermagem e líder do Gabinete de Crise, Ana Paula Borges, que coordenou a vacinação no HRMS, ressalta a importância da adesão massiva dos colaboradores. “Tivemos nos últimos meses uma queda no número de servidores afastados por Covid-19; isso já é reflexo da vacinação e apenas 24 imunizados relataram alguma reação adversa a vacina”, destaca.

Conforme explica a diretora-presidente do HRMS, Rosana Leite de Melo, a vacina é a esperança de milhares de pessoas mundo afora. “Os trabalhadores da saúde foram os primeiros a serem vacinados, por estarem na linha de frente e diuturnamente no enfrentamento a pandemia. Com pouco mais de 100 dias da primeira dose aplicada no estado, já vemos o resultado em nossos colaboradores. Foram só 19 casos positivos no último mês. A taxa de infecção em pessoas idosas também reduziu consideravelmente após a vacinação. Temos muito ainda para enfrentar, mas saber que a vacinação está surtindo efeito em nossa equipe e nas pessoas imunizadas, dá ânimo e forças para nós da saúde continuarmos com nossa luta diária”, pontua.

Jornal Midiamax