Após rio subir 2 metros, população fica de sobreaviso em Miranda

Após aviso de evento crítico emitido pelo Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) com a subida de dois metros no nível do Rio Miranda, a população do município de mesmo nome segue alerta para o risco de cheia. Coordenador municipal da Defesa Civil e secretário de Obras, Amarildo Arguelho adiantou que […]
| 23/01/2021
- 12:41
Após rio subir 2 metros, população fica de sobreaviso em Miranda
Em Bonito, Rio Miranda encobriu vila de pescadores. (Foto: Reprodução) - Em Bonito, Rio Miranda encobriu vila de pescadores. (Foto: Reprodução)

Após aviso de evento crítico emitido pelo Imasul (Instituto de Meio Ambiente de ) com a subida de dois metros no nível do Rio Miranda, a população do município de mesmo nome segue alerta para o risco de cheia.

Coordenador municipal da e secretário de Obras, Amarildo Arguelho adiantou que um espaço de festas com quiosques e banheiros foi reservado para abrigar quem tiver que sair de casa. “Está tudo limpinho, bonitinho de sobreaviso no aguardo”, contou.

Pela régua da cidade, o leito ainda está na casa dos 6 metros e para transbordar precisa alcançar os 7. “Já começou a sair fora da caixa”, adiantou Arguelho. Por isso, além do espaço para abrigar as pessoas, maquinário e equipe da defesa foi colocada de prontidão.

Na sexta-feira (19), a sala de situação do Imasul emitiu alerta após as leituras dos níveis dos rios mostrarem 9,75 metros no Rio Miranda, no ponto em que cruza a estrada MT-738. Nesse trecho, a situação de emergência é anunciada quando as águas ultrapassam 6,5 metros.

Para percorrer o local da medição até o perímetro urbano, as águas levam cerca de cinco dias. Portanto, a população deve permanecer atenta pelo menos até o início da semana.

Veja também

A Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) oferece 1.023 vagas de emprego...

Últimas notícias