Cotidiano

Após mobilização, mulher reencontra filho que vivia nas ruas de Campo Grande

Depois de viajar 600 km até Campo Grande e procurar o filho “às cegas” nas ruas da cidade, Divina dos Santos Soares, de 47 anos, encontrou o rapaz na tarde desta segunda-feira (4). Agner Vinícius dos Santos Martins, de 29 anos, estava morando nas ruas após ter sido despedido e assaltado. Divina contou à reportagem […]

Mariane Chianezi Publicado em 04/01/2021, às 19h07 - Atualizado em 05/01/2021, às 07h54

Após mobilização, Agner foi localizado e se comunicou com a mãe | Foto: Divulgação
Após mobilização, Agner foi localizado e se comunicou com a mãe | Foto: Divulgação - Após mobilização, Agner foi localizado e se comunicou com a mãe | Foto: Divulgação

Depois de viajar 600 km até Campo Grande e procurar o filho “às cegas” nas ruas da cidade, Divina dos Santos Soares, de 47 anos, encontrou o rapaz na tarde desta segunda-feira (4). Agner Vinícius dos Santos Martins, de 29 anos, estava morando nas ruas após ter sido despedido e assaltado.

Divina contou à reportagem do Jornal Midiamax que o telefone tocou durante esta tarde e quando atendeu o telefonema, se emocionou quando notou ser a voz do filho. “Ele não contou em que bairro está, disse que estava vindo até onde estou. Até levei um susto quando ouvi a voz dele”, comentou Divina.

Agner havia se mudado para Campo Grande há um ano para começar a trabalhar. No entanto, devido à crise que assola a economia diante da pandemia, o rapaz perdeu o emprego e a casa onde morava. Ele morava com um colega, mas homem foi embora e, desempregado, ele precisou deixar a casa. Após as dificuldades, ele foi para as ruas e foi assaltado, onde levaram documentos e celular, único meio de comunicação com a mãe.

Após o reencontro, que deve acontecer ainda nesta segunda-feira, mãe e filho voltarão para a cidade natal, Cafelândia, interior de São Paulo. Divina ainda pontou que, após a reportagem publicada neste domingo (3), recebeu ajuda de uma moradora de Campo Grande.

Jornal Midiamax