Cotidiano

Após denúncia de servidores, Governo diz que HRMS possui remédios para intubados

Governo do Estado nega a falta de medicamentos

Diego Alves Publicado em 13/04/2021, às 20h50

Hospital Regional em Campo Grande/ Arquivo Midiamax
Hospital Regional em Campo Grande/ Arquivo Midiamax
Informações de funcionários do Hospital Regional em Campo Grande são a de que faltam medicamentos para intubação de pacientes de covid-19 e, consequentemente, também para outros internados no local.
"Regional está sem medicação para manter os pacientes entubados. A sedação para manter eles dormindo e para o procedimento de entubação não tem mais. Os pacientes entubados estão todos contidos em macas", diz funcionário (a) do local que não será identificado.
Durante a tarde desta terça, a reportagem já havia recebido denúncias da falta dos sedativos no hospital. Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde informa que ainda há estoques de sedativos no HRMS para atender os pacientes. A secretaria também informou que receberá nova remessa de 20 mil sedativos nesta quarta-feira (14).
Mato Grosso do Sul se manteve entre os 100% de ocupação das UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) covid-19 nesta terça. Campo Grande é o município que mais registra ocupações, são 103% de superlotação nas UTIs Covid-19. Com as UTIs superlotadas, o governo de MS pediu kit intubação e EPIs ao Ministério da Saúde, nesta terça em Brasília (DF).

Jornal Midiamax