Cotidiano

SES suspende entrega de testes rápidos de coronavírus a municípios que não finalizarem casos

Medida publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial do Estado estabelece regras para que municípios acelerem base de dados da doença.

Humberto Marques Publicado em 13/07/2020, às 17h03

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação) - (Foto: Divulgação)

Com quase 3 mil casos de coronavírus (Covid-19) aguardando encerramento em Mato Grosso do Sul por parte das prefeituras, a Secretaria de Estado de Saúde baixou determinação nesta segunda-feira (13) exigindo preenchimento de uma planilha com as informações a respeito dos testes rápidos para detecção da doença, a serem centralizados pela pasta. A medida passa a ser obrigatória para a liberação de testes.

Conforme a resolução 36/2020, da SES, planilhas de uso dos testes rápidos devem ser encaminhadas às terças-feiras por e-mail. A distribuição dos materiais, por sua vez, ocorrerá sob nova sistemática.

Às sextas-feiras, a SES informará o compilado de planilhas dos testes rápidos distribuídos. Às segundas-feiras, será informada a liberação de ofícios com solicitações de testes autorizados pelo secretário de Estado de Saúde.

Conforme a pasta, a liberação dos testes rápidos para Covid-19 será condicionada ao envio das planilhas de uso às terças-feiras, com comprovação de uso de 70% dos que foram distribuídos.

A condição para liberação dos materiais vai ao encontro das queixas constantes do titular da SES, Geraldo Resende, e de sua adjunta, Christinne Maymonne, que nas lives diárias para atualização do total de casos no Estado sempre anotam o grande número de testes que não foram finalizados por prefeituras –eram 2.745 nesta segunda-feira (13), equivalente a 5,3% das mais de 51 mil notificações e quase o mesmo número de amostras em testes no Laboratório Central, em Campo Grande (2.916).

Ao não finalizarem os testes, os municípios mantêm a base de dados da Covid-19 desatualizada, sem anotar o número exato de casos confirmados ou excluídos –dados utilizados na estratégia de enfrentamento à doença no Estado. Mato Grosso do Sul apontou ter, nesta segunda-feira, 13,4 mil casos confirmados e 169 mortes causadas pelo coronavírus.

Jornal Midiamax