Cotidiano

Presidente do Paraguai é diagnosticado com dengue

Em meio a uma campanha nacional de combate ao mosquito Aedes aegypti, o governo do Paraguai confirmou que o presidente Mario Abdo Benítez está com dengue. Segundo o ministro da Saúde paraguaio, Julio Mazzoleni, Abdo está em bom estado de saúde e, embora precise repousar por alguns dias, pretende manter sua agenda de trabalho, “com […]

Agência Brasil Publicado em 22/01/2020, às 18h40 - Atualizado às 18h58

Antonio Cruz/Agência Brasil
Antonio Cruz/Agência Brasil - Antonio Cruz/Agência Brasil

Em meio a uma campanha nacional de combate ao mosquito Aedes aegypti, o governo do Paraguai confirmou que o presidente Mario Abdo Benítez está com dengue. Segundo o ministro da Saúde paraguaio, Julio Mazzoleni, Abdo está em bom estado de saúde e, embora precise repousar por alguns dias, pretende manter sua agenda de trabalho, “com pequenas restrições”.

Durante entrevista coletiva em Assunção, Mazzoleni afirmou aos jornalistas que o presidente está com a doença do tipo 4 (DEN-4), que, atualmente, é o sorotipo mais comum entre os paraguaios infectados pela picada do mosquito. De acordo com o Ministério da Saúde, há mais de 10 mil casos suspeitos da doença em análise e, semanalmente, cerca de 3.500 novos casos são notificados.

A expectativa é que Abdo leve entre três e sete dias para se recuperar plenamente. A evolução de seu quadro de saúde será acompanhado diariamente até que ele receba alta médica. Hoje (22), Abdo usou sua conta no Twitter para tranquilizar seus apoiadores.

Gracias por los mensajes de solidaridad! Estoy bien, gracias a Dios! Guardando reposo. Debemos tener conciencia que el dengue nos puede atacar a todos! (1/2)

O presidente paraguaio se sentiu mal durante uma viagem oficial ao estado de Alto Paraná, cuja capital é a Cidade do Leste, na fronteira com o Brasil. Abdo começou a sentir dor de cabeça, mal-estar e febre, o que o obrigou a retornar à Capital, Assunção. De volta à residência presidencial Abdo se submeteu a exames laboratoriais para confirmar se tratava-se de dengue.

Jornal Midiamax