Quem recebeu notificações da Flexpark nos últimos dois finais de semana pode se tranquilizar, pois a Prefeitura irá anular as multas aplicadas. A media foi tomada após reclamações dos campo-grandenses, que receberam as multas mesmo em com a paralisação de Campo Grande. As anulações serão para os dois dias de semi-lockdown, ou seja, notificações aplicadas em 18, 19, 25 e 26 de julho podem ser desconsideradas.

Assim, a medida deve ser oficializada ainda nesta segunda-feira (27), com decreto publicado em edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). Durante transmissão ao vivo nas redes sociais, o prefeito Marquinhos Trad (PSD), informou que a gestão adotaria as anulações.

“Assisti com muita atenção aquele vídeo e tomei uma decisão, estamos publicando agora a tarde, no diário extra, um decreto anulando todas as notificações dos dias 18, 19, 25 e 26 de julho, aplicadas pela Flexpark”, anunciou. Nestes dias, a Capital passava por uma paralisação das atividades comerciais não essenciais.

Então, devido a isto, o prefeito ressaltou que não seria “decente, digno e justo, atividades econômicas não essenciais paralisadas e mesmo assim aplicação, por parte da empresa, de notificações”. Com isso, garantiu que “hoje ainda no período da tarde” a Prefeitura de Campo Grande deverá publicar o decreto.

Outras medidas

Na transmissão, Marquinhos leu dois artigos do decreto que será publicado. De acordo com ele, o artigo 1 deve conter a adoção das anulações das notificações aplicadas nos dias de paralisação. Além disto, a Prefeitura Municipal limitou o horário de funcionamento do serviço de estacionamento rotativo eletrônico da Flexpark.

Com isso, a Flexpark “está autorizada a funcionar das 9h às 17h,de segunda a sexta-feira”. Por fim, define que “aos sábados, somente onde atacado e varejo também estiverem funcionando, das 9h às 12h”, para evitar novas situações como as que ocorreram nos últimos finais de semana.