Cotidiano

MS tem mais de 500 internações por Covid-19, aumento de 115% em um mês

Mato Grosso do Sul já superou a marca de 500 internados por Covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico desta quinta-feira (6). O número considera as internações totais, incluíndo leitos clínicos e de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), tanto públicos como privados, bem como pacientes de outros estados, que não integram o boletim de infectados, […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 06/08/2020, às 11h57 - Atualizado às 12h12

Foto ilustrativa | Reprodução
Foto ilustrativa | Reprodução - Foto ilustrativa | Reprodução

Mato Grosso do Sul já superou a marca de 500 internados por Covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico desta quinta-feira (6). O número considera as internações totais, incluíndo leitos clínicos e de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), tanto públicos como privados, bem como pacientes de outros estados, que não integram o boletim de infectados, mas interferem nas taxas de ocupação.

Há 30 dias, em 6 de julho, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) havia comunicado que eram 224 pacientes residentes em MS internados, além de 11 de outros estados, totalizando 235 leitos ocupados. Destes, 139 em leitos clínicos (67 públicos e 70 particulares, além de duas internações em SP e PR) e 96 estavam em leitos de UTI (63 públicas e 32 particulares, além de uma internação no PR).

Já nesta quinta-feira (6), MS contabiliza 506 internações: são 497 pacientes residentes em MS, além de 6 de outros estados, que ocupam leitos locais. Destas internações, 299 são de leitos clínicos (190 públicos e 109 privados) e 204 de UTI (138 públicos e 66 privados).

A comparação revela que, em 30 dias, o aumento no número de internados em leitos de MS foi de 115,3%. Somente em relação aos leitos clínicos públicos, a variação foi de aproximadamente 183,58%. Nos leitos de UTI do SUS, considerando o mesmo período, a variação foi de 119%.

A taxa de ocupação de leitos também sofreu aumentos expressivos desde então: a taxa de ocupação dos 670 leitos clínicos do SUS era de 22%, referente a 150 internações. Já em relação aos 199 leitos de UTI, a taxa de ocupação era de 40%, considerando 79 internações.

Nesta quinta-feira, considerando 710 leitos existentes – que passaram por ampliação -, a taxa de ocupação na categoria é de 46% (325 internações). Nas UTI, o total é de 269 leitos, também ampliados, dos quais 161 estão ocupados (60%). O boletim de hoje também traz ocupação de leitos pediátricos, de pacientes de um mês de vida a 17 anos: são 14 internações (12% de 119 disponíveis) leitos clínicos e 2 em leitos de UTI (33% de 9 existentes). Vale lembrar, porém, que os leitos passaram por ampliação.

Mato Grosso do Sul registrou 786 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, uma média de aproximadamente 32,7 diagnósticos positivos a cada hora, nas últimas 24 horas – a maioria em Campo Grande. Com isso, o total de infectados em MS chega a 29.101, com registro de 458 mortes – 16 nas últimas 24 horas. Os novos casos refletem incremento de 2,8% na curva, conforme a SES (Secretaria de Estado de Saúde).. Clique AQUI para conferir o boletim epidemiológico na íntegra.

Jornal Midiamax