MS tem 171 casos de coronavírus e média de três semanas de internação nas UTIs

Boletim epidemiológico do novo coronavírus (Covid-19) elaborado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) apontou, até as 10h desta segunda-feira (20), que Mato Grosso do Sul atingiu 171 casos da doença. Os dados foram divulgados nesta manhã, apontando que se manteve o número de óbitos (5, sendo dois pacientes de Campo Grande, dois de Batayporã […]
| 20/04/2020
- 14:56
MS tem 171 casos de coronavírus e média de três semanas de internação nas UTIs

Boletim epidemiológico do novo coronavírus (Covid-19) elaborado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) apontou, até as 10h desta segunda-feira (20), que Mato Grosso do Sul atingiu 171 casos da doença. Os dados foram divulgados nesta manhã, apontando que se manteve o número de óbitos (5, sendo dois pacientes de Campo Grande, dois de Batayporã e um de Três Lagoas).

Conforme os dados apresentados pela secretária-adjunta de Saúde, Christinne Maymone, o Estado registrou 1.237 notificações sobre coronavírus, com 171 casos confirmados e 37 que seguem sob investigação. Foram descartados 1.008 casos (após testagem) e excluídos 21, que não se enquadravam nos padrões da doença.

Na comparação com o domingo (19), são 3 casos a mais confirmados, 2 deles em Campo Grande (um homem de 25 anos que teve contato com caso confirmado e uma mulher de 31 anos, também em contato com caso confirmado) e um homem de 34 anos de Bataguassu que viajou ao Rio de Janeiro.

MS tem 171 casos de coronavírus e média de três semanas de internação nas UTIs

A SES aponta que, dos casos confirmados até aqui, 59 seguem em isolamento domiciliar e 70 finalizaram a quarentena sem apresentar sintomas. Há 21 pacientes internados, 11 deles em públicos (4 em UTIs) e 10 em leitos privados (6 em UTIs). Outros pacientes já tiveram alta hospitalar.

O panorama dos pacientes mostra leve predominância das mulheres entre os contaminados (51% deles são do sexo feminino, ante 49% do masculino) e mantém, ainda, predominância do volume de casos entre pessoas de 30 a 39 anos (que são 31% dos doentes). A faixa da população com mais de 60 anos, considerada um dos grupos de risco para a doença, concentra 18% dos casos no Estado.

Três semanas em UTIs

A média de dias em internação é de três semanas em pacientes que desenvolvem quadros mais graves da doença em Mato Grosso do Sul, a mesma do Brasil. Tem paciente no Estado que já está há um mês internada na UTI.

Segundo a SES, esse dado reflete a preocupação com o prosseguimento do no Estado. Quanto mais pessoas ficarem em casa, menor a chance de mais pessoas serem contaminadas, aumentando o número de leitos de UTI ocupados.

 

 

Veja também

A energia solar sofrerá taxas impostas pelo Marco Legal da Geração Distribuída em cinco meses

Últimas notícias