Cotidiano

Morte de bióloga de MS no Peru gera comoção nas redes sociais

A trágica morte da bióloga Mariana Pires Veiga Martins, de 28 anos, que não resistiu aos ferimentos e faleceu dias após acidente com ônibus turístico no Peru, levou familiares, amigos e alunos à comoção nas redes sociais. No perfil do Facebook de Mariana, diversas pessoas deixaram mensagens de apoio à família e lembranças de momentos […]

Ana Palma Publicado em 16/01/2020, às 10h46 - Atualizado às 15h01

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram - Foto: Reprodução/Instagram

A trágica morte da bióloga Mariana Pires Veiga Martins, de 28 anos, que não resistiu aos ferimentos e faleceu dias após acidente com ônibus turístico no Peru, levou familiares, amigos e alunos à comoção nas redes sociais.

No perfil do Facebook de Mariana, diversas pessoas deixaram mensagens de apoio à família e lembranças de momentos que foram vividos com a bióloga.

“Não tem como acreditar nisso, o que nos resta agora são recordações de bons momentos como esse, as conversas durante as nossas coletas”, diz uma publicação. “Esse foi nosso último dia de aula. Obrigado por ter feito parte de nossas vidas. Descanse em paz professora Mariana Pires. Que Deus te receba e te conceda um bom lugar”, diz outra postagem.

“Uma pena que a vida seja um sopro e que fatalidades aconteçam… Estava acompanhando as notícias desde que soube do acidente e fiquei muito triste ao ficar sabendo que nunca mais poderei te ver e/ou fazer umas viagens dessas contigo. Sentirei sua falta e o que ficam são as boas lembranças da época do mestrado. Vá em paz e sei que onde estiver irá iluminar todos ao seu redor, Mariana. Meus sentimentos aos familiares”, escreve amigo na rede.

A mãe da jovem fez várias postagens na rede social atualizando o quadro clínico de Mariana. No dia 8 de janeiro ela escreveu: “Acabamos de sair da visita, ela está ótima – requer atenção, está na UTI, mas é perceptível a evolução positiva do quadro. Saímos muito felizes com o que vimos. Conversando bem. Gracias pela força”.

Na última quarta-feira (15), a mãe fez a última atualização informando o falecimento da filha. “Maior dor do mundo. Amigos mesmo com todo o nosso amor e nossas orações, nosso bebê, nossa menina, nossa amiga se foi. Estava sofrendo com muitos ferimentos e seu coração não aguentou”.

Mais de 50 postagens e centenas de comentários circulam pelo perfil de Mariana, que com certeza, vai deixar saudade a todos, mas também as boas lembranças, como diz a maioria das publicações.

Acidente no Peru

Morte de bióloga de MS no Peru gera comoção nas redes sociais
Ônibus colidiu em várias vans e carros na rodovia. (Foto: Divulgação/La República)

O acidente aconteceu na rodovia Pan-Americana, em Arequipa, no distrito de Yauca. Conforme informações do jornal La República, o ônibus da empresa Cruz del Sur acabava de passar pelo pedágio de Yauca quando, ao fazer uma curva para a direita, virou para o lado esquerdo e deslizou por 45 metros, colidindo com uma linha de minivans e carros.

Havia 52 passageiros no ônibus e a maioria deles estava dormindo na hora do acidente. De acordo com a Sutran (Superintendência de Transporte Terrestre de Pessoas, Cargas e Mercadorias), indícios apontam que o ônibus estaria acima da velocidade permitida para a via.

A tragédia que deixou pelo menos 16 mortos foi próximo à entrada da cidade Rio Paca, um trecho em que o veículo deveria estar em baixa velocidade. Porém, a informação concedida após o acidente seria de que o ônibus estava rodando a 106 Km/h no momento em que saiu da pista.

Jornal Midiamax