Cotidiano

Médicos voluntários atendem pessoas com sintomas leves ou suspeitas de Covid-19

As consultas são gratuitas e são feitas na Igreja Morada, na Rua Barão do Rio Branco, 1967, em frente ao antigo Rádio Clube Cidade.

Gabriel Maymone Publicado em 10/08/2020, às 10h28

Médicos voluntários atendem pessoas com sintomas leves de Covid-19. (Foto: Divulgação)
Médicos voluntários atendem pessoas com sintomas leves de Covid-19. (Foto: Divulgação) - Médicos voluntários atendem pessoas com sintomas leves de Covid-19. (Foto: Divulgação)

Grupo de médicos voluntários realiza atendimento a pessoas com sintomas leves ou com suspeita de Covid-19 em Campo Grande. As consultas são gratuitas e são feitas na Igreja Morada, na Rua Barão do Rio Branco, 1967, em frente ao antigo Rádio Clube Cidade.

Assim, a ação também atenderá profissionais da saúde, da segurança e da linha de frente da Covid-19, além de pessoas pertencentes ao grupo de risco, como: idosos, hipertensos, obesos, diabéticos e doenças pulmonares obstrutivas crônicas.

Então, para ser atendido, o cidadão deve se dirigir ao local, de segunda à sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 17h. É necessário levar os documentos pessoais, como: RG, CPF, Carteira do SUS, Carteira Funcional (comprovação da área de atuação) e o laudo de contactantes de pacientes positivos para Covid em isolamento domiciliar, se possuir.

“O tratamento preventivo só será realizado mediante a autorização e não garante imunidade para os pacientes. Importante salientar que os medicamentos prescritos no Polo Morada, não serão distribuídos no local. Com a receita, os pacientes deverão ir até às Unidades de Saúde da Rede Pública para a retirada.” esclareceu o Médico Cirurgião Vascular, Mauri Comparin.

O médico Intensivista e Clínico, César Augusto Sobrinho, explicou que os pacientes que começarem o uso dos medicamentos serão monitorados pela TeleMedicina. “O paciente que entrar em contato com o vírus e desenvolver a doença, será acompanhado, evitando que evolua para as fases mais avançadas e mais graves.”

Jornal Midiamax