Cotidiano

Coronavírus mata major da reserva da PM em Campo Grande

O major da reserva, Wagner Luiz Cano da Silva morreu devido ao coronavírus na manhã desta quarta-feira (23) em Campo Grande. A ACS (Associação e Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul) emitiu uma nota: É com muito pesar e sentimento de enorme tristeza que a família ACS (Associação […]

Diego Alves Publicado em 23/09/2020, às 19h44 - Atualizado em 24/09/2020, às 08h02

Major Wagner Arquivo pessoal)
Major Wagner Arquivo pessoal) - Major Wagner Arquivo pessoal)

O major da reserva, Wagner Luiz Cano da Silva morreu devido ao coronavírus na manhã desta quarta-feira (23) em Campo Grande. A ACS (Associação e Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul) emitiu uma nota:

É com muito pesar e sentimento de enorme tristeza que a família ACS (Associação e Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul) lamenta a morte do Maj QAOPM Wagner Luiz Cano da Silva, ocorrida esta manhã, em Campo Grande, em decorrência de complicações da Covid-19.

O militar ingressou nas fileiras da corporação em 1983, prestou inestimáveis serviços a sociedade sul-mato-grossense e atuou em diversas unidades até ser transferido para a reserva, 30 anos depois. Ele é pai do advogado Silwalter Hagner da Silva, nosso amigo de trabalho, que integra a assessoria jurídica da ACS.

A diretoria executiva da ACS, seus diretores regionais e demais colaboradores prestam sua solidariedade aos amigos e familiares, em especial ao nosso companheiro Silwalter, e se coloca a disposição de todos neste momento de dor, em que as palavras não são suficientes para abrandar o sofrimento.

Rogamos a Deus para que conforte seus entes queridos, e receba nosso companheiro, que dedicou sua vida em prol da segurança pública, em um bom lugar ao seu lado.

Jornal Midiamax