Mais 200 exames são realizados nas barreiras e 33 testaram positivo para coronavírus

Nas barreiras sanitárias de Campo Grande, 200 novos exames foram realizados e 33 pessoas testaram positivo para o coronavírus. De acordo com o prefeito Marquinhos Trad (PSD), até esta segunda-feira(29), 97.882 pessoas passaram pelas barreiras da capital. Com avanço do coronavírus, o prefeito comentou que o número de pessoas com sintomas da doença aumentou nas […]
| 29/06/2020
- 18:03
Mais 200 exames são realizados nas barreiras e 33 testaram positivo para coronavírus
Foto: (Diogo Gonçalves | PMCG) - Foto: (Diogo Gonçalves | PMCG)

Nas barreiras sanitárias de Campo Grande, 200 novos exames foram realizados e 33 pessoas testaram positivo para o . De acordo com o prefeito (PSD), até esta segunda-feira(29), 97.882 pessoas passaram pelas barreiras da capital.

Com avanço do coronavírus, o prefeito comentou que o número de pessoas com sintomas da doença aumentou nas barreiras sanitárias. “Nós fomos obrigados a realizar quase 200 novos exames e desses 200, 33 deram positivo para a Covid-19”, afirmou.

Em transmissão ao vivo nas redes sociais, Marquinhos ressaltou que antes das barreiras, os infectados vindo de fora da cidade poderiam circular livremente pela capital. Porém, com a medida de enfrentamento, quem testa positivo para o coronavírus é mapeado pela prefeitura.

“Esses 33 são monitorados, a prefeitura liga nas residências, para saber se de fato estão em isolamento domiciliar e quando vão sair da nossa cidade”. Além disto, o prefeito explicou que a equipe liga para atualizar o quadro de sintomas do infectado.

Até esta segunda-feira (29), quase 49.125 veículos entraram em Campo Grande. Para Marquinhos, o alto número de pessoas entrando na cidade também é um reflexo do avanço da doença no interior do estado.

“A grande maioria dos casos estão vindo do interior e como nós estamos em um sistema de saúde universal, o SUS, a capital não pode falar não para aqueles que vem do interior”. Assim, ele destacou a importância das barreiras. “Por isso temos que regrar, para que a pessoa ao vir para nossa cidade, tenha segurança absoluta de que ela não está enferma com esse vírus”.

Veja também

No Bairro Los Angeles, até ruas asfaltadas foram tomadas por enxurrada

Últimas notícias