Cotidiano

Família é atacada por enxame de abelhas no Guanandi e três são socorridos

Na manhã desta segunda-feira (28), família foi atacada por um enxame de abelhas em casa, na Rua Igarapé, no Guanandi. Os insetos teriam feito a colmeia em um sofá, que está abandonado em um terreno, e teriam saído após uma pessoa trombar com o móvel. Segundo o rapaz de 20 anos, que mora com o […]

Renata Portela Publicado em 28/12/2020, às 10h44 - Atualizado às 16h00

Três pessoas foram socorridas (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)
Três pessoas foram socorridas (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax) - Três pessoas foram socorridas (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Na manhã desta segunda-feira (28), família foi atacada por um enxame de abelhas em casa, na Rua Igarapé, no Guanandi. Os insetos teriam feito a colmeia em um sofá, que está abandonado em um terreno, e teriam saído após uma pessoa trombar com o móvel.

Família é atacada por enxame de abelhas no Guanandi e três são socorridos
(Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Segundo o rapaz de 20 anos, que mora com o avô, tio, tia, irmão e madrasta, a última teria saído para ir até outra casa nas proximidades. No caminho, ela acabou trombando com o sofá, que está abandonado com outros entulhos em um terreno. Assim, as abelhas que estavam alojadas embaixo do móvel começaram a sair.

Logo os insetos foram para cima da mulher e também até a casa da família. Ela foi ferroada e também o avô do rapaz e o irmão, que precisaram ser socorridos e levados até a unidade de saúde. Equipes do Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados e o local foi isolado.

Família é atacada por enxame de abelhas no Guanandi e três são socorridos
(Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Moradores de uma casa vizinha também saíram por conta das abelhas, mas não ficaram feridos. O rapaz de 20 anos também levou ferroadas, mas não quis atendimento. Ele afirmou que, até onde sabe, os familiares não têm alergia.

Os bombeiros atearam fogo no sofá para extermínio das abelhas e para impedir novos ataques. O próprio morador chegou a atear fogo em lençóis e camisetas velhas para tentar afastar as abelhas antes da chegada dos socorristas, mas elas acabaram indo para as casas.

O perímetro foi isolado com fita até que o enxame seja exterminado.

Jornal Midiamax