Cotidiano

Empresa leva ao Pantanal tecnologia para ajudar a detectar focos de incêndio

A empresa de tecnologia Security Care, de Joinville (Santa Catarina), se disponibilizou a levar a tecnologia denominada “Brasil + Seguro” para ajudar no combate aos incêndios no Pantanal. Trata-se de uma ferramenta que utiliza a geolocalização para indicar locais de queimadas e desmatamentos. A equipe de voluntários da empresa catarinense se deslocará para o Pantanal […]

Gabriel Maymone Publicado em 26/09/2020, às 22h29

Equipes continuam no combate às chamas. Imagem: Divulgação
Equipes continuam no combate às chamas. Imagem: Divulgação - Equipes continuam no combate às chamas. Imagem: Divulgação

A empresa de tecnologia Security Care, de Joinville (Santa Catarina), se disponibilizou a levar a tecnologia denominada “Brasil + Seguro” para ajudar no combate aos incêndios no Pantanal. Trata-se de uma ferramenta que utiliza a geolocalização para indicar locais de queimadas e desmatamentos.

A equipe de voluntários da empresa catarinense se deslocará para o Pantanal e levará a tecnologia para ser disponibilizada de forma gratuita às autoridades e comunidade da região. O objetivo é ajudar na denúncia e detecção de queimadas e desmatamentos, além de estarem disponíveis com equipe de socorristas e bombeiros voluntários para ajudar com o resgate de animais ou outras necessidades levantadas pelas organizações que estão atuando atualmente no local para salvar vidas.

A inovação tecnológica possui diversas funcionalidades como: alerta inteligente de geolocalização do local do ocorrido; enviar para todos os usuários que estão em área de risco a rota de fuga do seu local de origem independentemente de onde esteja até o local predeterminado pela Defesa Civil, notificação sonora personalizada entre outras.

Segundo o Inpe, o bioma Pantanal já teve 12% de sua área destruída em 2020 com a ação do fogo, o que corresponde a uma área de 18,6 km².

As consequências das queimadas em excesso no Pantanal são graves, em especial para a fauna e a flora. As queimadas geram efeitos diretos e indiretos, sendo esses últimos percebidos somente a longo prazo.

Além disto, as cidades que abrigam o Pantanal sofrem com a fumaça que encobre a região, o que agrava problemas respiratórios e demais doenças relacionadas com a péssima qualidade do ar.

Jornal Midiamax