Em menos de 15 dias, temporais derrubam 85 árvores em Dourados

Chove desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (10) em Dourados, que no último domingo foi atingida por ventos de 56,16 km/h. Entretanto, segundo a Defesa Civil por enquanto a situação está sob controle, sem registro de nenhuma ocorrência como as que aconteceram nos últimos quinze dias. Enquanto ainda se recuperava do temporal que […]
| 10/11/2020
- 12:41
Em menos de 15 dias, temporais derrubam 85 árvores em Dourados
Queda de árvore deixou a principal avenida de Dourados interditada por mais de 30 horas. (Foto: Marcos Morandi) - Queda de árvore deixou a principal avenida de Dourados interditada por mais de 30 horas. (Fo

Chove desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (10) em Dourados, que no último domingo foi atingida por ventos de 56,16 km/h. Entretanto, segundo a por enquanto a situação está sob controle, sem registro de nenhuma ocorrência como as que aconteceram nos últimos quinze dias.

Enquanto ainda se recuperava do temporal que atingiu a cidade no dia 26 de outubro e que causou a queda de 60 árvores espalhadas em vários pontos da cidade, levando a prefeita Délia Razuk decretar situação de emergência, Dourados foi novamente atingida. Os ventos forte e uma chuva rápida mas intensa acabaram derrubando mais 25 árvores. Dessa vez a região central da cidade foi mais atingida.

Em conversa com a reportagem do Midiamax, o coordenador da Defesa Civil do município, Ademir Martins explicou somente no último domingo foram registras 50 chamas de atendimento. Segundo ele, além de provocar a queda de 25 árvores, o temporal destelou oito casas e atingiu quatro veículos.

O caso considerado mais grave e que poderia ter causado ferimentos a uma família aconteceu na Rua Monte Alegre com a Albino Torraca, na região do Primeiro Plano. “Uma parede de oito metros de uma construção desabou sobre uma residência. Felizmente ninguém ficou machucado”, afirmou Martins.

Segundo ele a família ficou desabrigada nas primeiras horas após o acidente, mas já está sendo atendida pela construtora responsável pela obra, que formalizou um acordo para cobrir os prejuízos causados pela queda da parede.

Em menos de 15 dias, temporais derrubam 85 árvores em Dourados
Parede de construção desabou e atingiu residência. (Foto: Defesa Civil)

Apesar da maior parte das árvores que foram derrubadas pelo temporal, já ter sido recolhida da região central de Dourados, alguns cruzamentos ficaram interditados durante quase toda a noite de segunda-feira (9). Um deles foi o trecho das avenidas Marcelino Pires Pires e Presidente Vargas.

A árvore de grande porte já foi retirada pela força tarefa composta pela Corpo de Bombeiro, Defesa Civil e Secretaria de Serviços urbanos. Entretanto, com o impacto da queda, o semáforo e toda a rede de energia do quadrilátero que compreende ainda as ruas Joaquim Teixeira Alves e João Rosa Goes também foi afetado.

Durante toda a tarde,  equipes da Energisa, concessionária de serviços elétricos estiveram na região tentando substituir transformadores e cabos elétricos que foram rompidos pela queda da árvore. Para executar o trabalho que ainda foi concluído, algumas próximas também tiveram que ser novamente interditadas.

“É um trabalho que exige também o envolvimento da empresa concessionária de energia elétrica que está com uma demanda de ocorrência muito grande, já que o temporal derrubou diversos postes de energia”, explicou o secretário municipal de Serviços Urbanos, Fabiano Costa, que desde as primeiras horas após o temporal foi às ruas ajudar no recolhimento das árvores.

Veja também

Prefeitura de Campo Grande inicia novo trecho de obras na Rua Sete de Setembro, nesta...

Últimas notícias