Cotidiano

Doguinhos com carrapatos? Saiba o que fazer para proteger os pets no verão

Com a chegada do verão, que começou na última segunda-feira (21), existe maior infestação de carrapatos entre os animais de estimação.

Dândara Genelhú Publicado em 22/12/2020, às 17h46 - Atualizado às 18h02

Carrapatos podem causar doenças que levam animais à morte. Foto: Freepik.
Carrapatos podem causar doenças que levam animais à morte. Foto: Freepik. - Carrapatos podem causar doenças que levam animais à morte. Foto: Freepik.

Com a chegada do verão, que começou na última segunda-feira (21), existe maior infestação de carrapatos entre os animais de estimação. Assim, os cuidados precisam ser redobrados nesta estação do ano.

De acordo com a médica veterinária Caroline Vasconcelos, é comprovado o aumento de carrapatos neste período. Os insetos são transmissores de doenças graves, como Erlichiose, Babesiose, Anaplasmose e a doença de Lyme. Todas podem causar a morte do animal com carrapatos.

Entretanto, a veterinária afirma que existem tratamentos para as doenças. Assim, se realizado de forma rápida e eficiente, o animal pode ser curado. Além disto, Caroline lembra que a melhor forma de garantir a saúde do pet é se prevenindo.

Como prevenir e acabar com carrapatos?

A veterinária explica que a prevenção pode ser realizada por meio de “repelentes para cães específicos contra carrapatos”. Assim, estes podem ser encontrados em formatos de coleiras, sprays, pour ons ou talco.

“Os repelentes caninos costumam durar no mínimo uma semana, depende do tipo que está sendo usado”, afirma Caroline. E as coleiras podem durar até oito meses, dependendo da marca.

Contudo, a profissional ressalta que é importante manter o ambiente em que o animal vive sempre higienizado. Em casos de que o pet já esteja com os insetos, é necessário o “uso de comprimidos específicos para matar carrapatos”. Caroline recomenda medicamentos como Nexgard, Bravecto, Simparic e Credeli.

Além disto, o ambiente que já possui carrapatos deve ter a higienização redobrada. A veterinária indica produtos à base de amitraz, tipo de inseticida que pode ser diluído na água que será utilizada para a limpeza.

Lembrando que todos os animais estão sujeitos a pegarem carrapatos, independente se moram em apartamentos ou casas. Assim, pets que vivem em apartamento geralmente saem para passear e então são infectados por carrapatos.

“Uma única fêmea de carrapato pode soltar milhares de ovos no ambiente e causar infestações”, destaca Caroline. E mais, a veterinária explica que “até mesmo o apartamento ou quintal do vizinho que estiver com infestação pode levar o carrapato a aparecer no seu próprio lar”.

Todo cuidado é pouco

Mesmo com todos os cuidados acima, os cães e gatos estão sujeitos a pegarem carrapatos durante os passeios. Para isso é preciso fazer uso de algum repelente. “Não adianta colocar só na hora do passeio, a maior parte dos repelentes demoram no mínimo 24 horas para se espalhar pela pele do cão e começar a fazer efeito”, alerta a veterinária.

O engenheiro de software, Augusto Joffer, é dono da Prenda e Kiara, duas cachorrinhas. De acordo com ele, os pets ainda não pegaram carrapatos.

Entretanto, Augusto comenta que já sofreu com os insetos em outros animais. “Quando isso a acontecia, a gente tirava os maiores com uma pinça e dava um comprimido para minha cadela”.

Além disto, o engenheiro afirma que maior parte das ocorrências de carrapatos foram após contato com mato alto e durante o verão. Então, com o aprendizado, Augusto e a família mantém a grama sempre baixa e o quintal limpo, principalmente neste período.

Jornal Midiamax