Cotidiano

Detentos do semiaberto trabalharão na manutenção e limpeza de espaços públicos

Os detentos do semiaberto e em livramento condicional de Campo Grande serão usados para ajudar na manutenção e limpeza de praças, parques, calçadas e cemitérios de Campo Grande, atendendo a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos). A prestação de serviços é uma parceria firmada entre o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso […]

Ana Paula Chuva Publicado em 23/01/2020, às 15h11

(Divulgação | PMCG)
(Divulgação | PMCG) - (Divulgação | PMCG)

Os detentos do semiaberto e em livramento condicional de Campo Grande serão usados para ajudar na manutenção e limpeza de praças, parques, calçadas e cemitérios de Campo Grande, atendendo a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos). A prestação de serviços é uma parceria firmada entre o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) e a Prefeitura.

O documento foi assinado na manhã desta quarta-feira (23) e a intenção é possibilitar aos reeducandos a remissão de pena e, também, oportunizar a participação em programas, projetos e serviços que possibilitem uma formação para o trabalho e recolocação profissional para que, quando libertados, sejam reintegrados à sociedade.

Está prevista a participação de 50 presos que serão distribuídos em 10 equipes de trabalho que atenderão todas as regiões da cidade.

De acordo com informações do TJMS, o nível de ressocialização de presos está diretamente ligado ao trabalho, diminuindo o índice de reincidência para 10%. Já o detento que não trabalha e sai do presídio sem trabalho tem índice de reincidência de 60%.

Jornal Midiamax