Cotidiano

De casa, projeto incentiva crianças de escola municipal a cuidarem do meio ambiente

Com as aulas presenciais suspensas em toda a rede municipal de ensino em Campo Grande, por conta da pandemia do novo coronavírus, os alunos estão tentando manter a rotina de estudos dentro de suas casas. Porém, a Escola Municipal Kamé Adania criou um projeto do meio ambiente para ter maneiras interativas de deixar o ensino […]

Vinícius Costa Publicado em 02/09/2020, às 08h00 - Atualizado às 08h17

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação) - (Foto: Divulgação)

Com as aulas presenciais suspensas em toda a rede municipal de ensino em Campo Grande, por conta da pandemia do novo coronavírus, os alunos estão tentando manter a rotina de estudos dentro de suas casas. Porém, a Escola Municipal Kamé Adania criou um projeto do meio ambiente para ter maneiras interativas de deixar o ensino mais divertido.

A professora Simone Araújo explicou que a sua turma, o 2º ano, foi a que desenvolveu o projeto, mas que foi abraçado pelas demais séries, inclusive tendo a cooperação da diretora Rosângela, a coordenadora Olicia e a professora de inglês Ana Flávia. A adesão, segundo a docente, foi considerada um sucesso em meio a pandemia, já que as aulas ficaram mais restritivas.

De casa, projeto incentiva crianças de escola municipal a cuidarem do meio ambiente
(Foto: Divulgação)

“Sabemos que é um momento muito complicado, difícil. Mas a gente acredita que com o esforço, carinho e dedicação da parte docente, a parte docente escolar e pedagógica, a gente consegue fazer com que eles tenham uma proximidade com os conteúdos e que aprendam assim, a distância, da forma que tem que ser no momento”, conta.

O projeto ‘Plante essa Ideia’ foi inicialmente uma experiência, conta a professora Simone. Ela detalha que foram entregue aos alunos uma sacola contendo ferramentas necessárias para aprenderem a plantar, cultivar e incentivar os cuidados com o meio ambiente. Na sacola estavam terra preta, um potinho, uma semente de margarida e uma quantia de água para que eles regassem a planta pela primeira vez.

Simone Araújo ainda confirma que a escola manterá o projeto do meio ambiente ativo e que contará com novas ideias para mais atividades práticas enquanto as aulas presenciais não retornam em Campo Grande.

Jornal Midiamax