Cotidiano

Coronavírus provoca a 3ª morte na mesma família em reserva indígena de MS

O indígena Josias Felipe Valério, de 64 anos,  morreu na tarde desta segunda-feira (31) em Dourados. Com histórico de hipertensão e bronquite, ele é a 7ª vítima da Reserva Indígena Federal e a 3ª da mesma família a ser atingida pelo coronavírus em menos de dez dias. Josias estava internado na UTI (Unidade de Terapia […]

Marcos Morandi Publicado em 31/08/2020, às 17h59 - Atualizado às 18h23

Vítima estava internada no Hospital Evangélico. (Foto: Reprodução/Facebook)
Vítima estava internada no Hospital Evangélico. (Foto: Reprodução/Facebook) - Vítima estava internada no Hospital Evangélico. (Foto: Reprodução/Facebook)

O indígena Josias Felipe Valério, de 64 anos,  morreu na tarde desta segunda-feira (31) em Dourados. Com histórico de hipertensão e bronquite, ele é a 7ª vítima da Reserva Indígena Federal e a 3ª da mesma família a ser atingida pelo coronavírus em menos de dez dias.

Josias estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Evangélico em estado grave e respirava com a ajuda de aparelho. Ele era filho do líder indígena Guilherme Felipe Valério, 93 anos e de Maurícia Mariano, de 86 anos, que também morreram de coronavírus, respectivamente no dia 21 e 22 de agosto.

Segundo dados do Boletim Epidemiológico do Comitê de Gerenciamento de Crise do Coronavírus de Dourados, a Reserva Indígena Federal tem 268 casos positivos da doença. Entretanto, conforme o Dsei (Departamento de Saúde Indígena), esse número já chega a 304. A maior parte está concentrada na Aldeia Jaguapiru.

O Comitê também informou que o total de casos de coronavírus em Dourados é 5.532 e que 4.557 pessoas já foram recuperadas. Entretanto, 55 pessoas ainda estão internadas em unidades hospitalares e 874 ainda se encontram em isolamento domiciliar.

Jornal Midiamax