Cotidiano

Marquinhos autoriza uso e diz que prefeitura já tem 40 mil doses de cloroquina

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) confirmou, durante visita na manhã desta sexta-feira (10) ao centro de triagem montado no Parque Ayrton Senna, que a administração já autorizou o uso da cloroquina no tratamento de pacientes com quadro moderado a grave do novo coronavírus COVID-19. Apesar das discussões em relação aos efeitos do remédio, a administração […]

Danúbia Burema Publicado em 10/04/2020, às 11h19 - Atualizado em 11/04/2020, às 09h30

(Midiamax)
(Midiamax) - (Midiamax)

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) confirmou, durante visita na manhã desta sexta-feira (10) ao centro de triagem montado no Parque Ayrton Senna, que a administração já autorizou o uso da cloroquina no tratamento de pacientes com quadro moderado a grave do novo coronavírus COVID-19.

Apesar das discussões em relação aos efeitos do remédio, a administração fez a compra de 40 mil doses e irá comprar mais, se for necessário. “Aqui em Campo Grande, tanto eu quanto o secretário [de Saúde, José Mauro Filho] já autorizamos para pacientes em situação moderada a grave o uso da cloroquina. Já fizemos a compra, temos no estoque e  estamos com ata pronta para se necessário for adquirir, a gente fazer o uso dela”, informou o prefeito.

Ainda não é possível mensurar quantos pacientes podem ser atendidos com as doses já adquiridas. Conforme o secretário de Saúde, isso vai depender do quadro de cada um deles, se serão crianças ou adultos, dentre outros fatores. A prescrição seguirá protocolados formulados nessa semana pelo Conselho Federal de Medicina, que esteve reunido com infectologistas e profissionais da área. “Nós iremos seguir esses protocolos”, disse o secretário.

Apesar da discussão sobre o tema, Marquinhos enfatizou que o medicamento será usado nos casos onde for necessário. Mas, não haverá ministração a pacientes com sintomas leves. “Embora não se tenha estudos, embora não tenha aprovação, embora não se deve colocar em pacientes de sintomas leves, Campo Grande já autorizou o uso da cloroquina para pacientes moderados a graves”, finalizou.

Jornal Midiamax