Muitos pacientes diagnosticados com coronavírus permanecem em isolamento domiciliar em Mato Grosso do Sul. Entretanto, o secretário da Saúde do Estado, Geraldo Resende, alertou que qualquer sinal de agravamento deve ser considerado e encaminhado para hospitais especializados.

Em transmissão ao vivo, o secretário ressaltou “paciente com positivo para Covid-19, qualquer sinal de agravo do quadro deve procurar imediatamente a assistência hospitalar nos hospitais referenciados”. De acordo com Geraldo, “a doença às vezes pulsa muito rápido”.

Para ilustrar a gravidade e rapidez em que a doença pode se agravar, o secretário narrou a história de um falecido por coronavírus no MS. “Fiquei sabendo de um paciente, vamos dar o exemplo de Camapuã. Foi ao trabalho, saiu de lá e já chegou em estado terminal no hospital, com apenas 25 anos de idade”.

“Ou seja, quem foi ao trabalho, logicamente estava entendendo que estava bem e em poucas horas ele já estava com atestado de óbito”, finalizou. Então, dada a história real de um caso regional, o secretário detalhou alguns sintomas que devem ser considerados agravamento.

“Por isso, ao menor sinal de agravamento, a falta de ar, a dificuldade respiratória ou a persistência do estado febril, procure imediatamente uma unidade hospitalar para que tenha um tratamento mais rápido”.