Cotidiano

Com alta em casos, 23 cidades de MS pioram faixa de risco de transmissão de coronavírus

Com alta diária nos casos confirmados de coronavírus, sobe para 23 cidades de Mato Grosso do Sul que pioram o risco transmissão da Covid-19. O Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia), também classifica dois municípios como extremo risco de contágio da doença. Os dados são da 48ª semana epidemiológica no Estado, sendo 22 […]

Karina Campos Publicado em 04/12/2020, às 14h27

Imagem ilustrativa. (Foto: Divulgação/SES)
Imagem ilustrativa. (Foto: Divulgação/SES) - Imagem ilustrativa. (Foto: Divulgação/SES)

Com alta diária nos casos confirmados de coronavírus, sobe para 23 cidades de Mato Grosso do Sul que pioram o risco transmissão da Covid-19. O Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia), também classifica dois municípios como extremo risco de contágio da doença.

Os dados são da 48ª semana epidemiológica no Estado, sendo 22 cidades em alto risco de contágio, 44 grau médio (faixa laranja). Das quatro macrorregiões de Saúde, Corumbá, Campo Grande, Três Lagoas e Dourados, 13 municípios estão na faixa tolerável.

Conforme o boletim epidemiológico desta sexta-feira (4), o Estado soma 103.433 casos positivos para a Covid-19, sendo mais 1.197 novos registros e 14 mortes em decorrência da doença.

Com alta em casos, 23 cidades de MS pioram faixa de risco de transmissão de coronavírusNa taxa de internação, dos 532 pacientes hospitalizados, 328 são em leitos clínicos (públicos e privados), 204 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). 98% em Campo Grande, 79% em Dourados, 59% em Três Lagoas e 80% em Corumbá. A taxa de contágio está calculada em 1,09 – a meta da SES é alcançar uma taxa menor que 1, que significa controle da doença.

Jornal Midiamax