Cotidiano

Capital ficará com 1,2 mil testes rápidos de coronavírus para pessoal da Saúde e Segurança

Profissionais de saúde e de segurança pública, bem como pessoas com as quais convivem, poderão contar em breve com testes rápidos para a detecção do novo coronavírus (Covid-19). Isso porque o lote de 6 mil unidades dos exames já começa a ser distribuído pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). Do total, 1,2 mil ficarão […]

Humberto Marques Publicado em 12/04/2020, às 12h22 - Atualizado às 12h23

(Reprodução)
(Reprodução) - (Reprodução)

Profissionais de saúde e de segurança pública, bem como pessoas com as quais convivem, poderão contar em breve com testes rápidos para a detecção do novo coronavírus (Covid-19). Isso porque o lote de 6 mil unidades dos exames já começa a ser distribuído pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). Do total, 1,2 mil ficarão em Campo Grande.

As informações foram prestadas neste domingo (12) pelo secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, ao apresentar o boletim diário sobre a evolução dos casos de coronavírus em Mato Grosso do Sul. Segundo ele, além dos 1,2 mil testes para a Capital, serão destinados exames para Dourados (800), Três Lagoas (600), Corumbá (200) e Ponta Porã (160). Para Naviraí, Nova Andradina, Aquidauana, Paranaíba, Coxim e Jardim, serão 60 unidades a cada, e para as demais cidades, 20.

A SES ainda vai direcionar 300 exames para atender as 17 barreiras sanitárias em estradas estaduais, divisas com Estados e no Aeroporto Internacional de Campo Grande, e 1.020 para os hospitais estaduais.

“Os testes só serão disponibilizados para os profissionais de Saúde em atividade, os profissionais de Segurança Pública em atividade e para alguma pessoa que tenha diagnóstico de síndrome gripal e resida no mesmo domicílio da pessoa que trabalha na Saúde ou na Segurança”, antecipou Geraldo, prometendo “fluxo” para os exames rápidos. A ideia é concentrar esses testes em pessoas que atuam na linha de frente dos dois setores e estão mais vulneráveis à doença –retirando-os do trabalho antes que possam contaminar outras pessoas e para se recuperarem a tempo de retomarem os trabalhos durante o possível aumento de casos.

Neste domingo (12), o boletim da SES apontou que Mato Grosso do Sul somou 101 casos de novo coronavírus, com 2 mortes desde o início da pandemia.

Jornal Midiamax