Cotidiano

Bombeiros de MS, PR e brigadistas combatem incêndios por mais de 16 horas no Pantanal

Após reunir e recepcionar os Bombeiros Militares do Estado do Paraná, as equipes de combate a incêndio florestal composta por brigadistas do Prevfogo Ibama e militares do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul e Marinha do Brasil combateram os incêndios em pontos estratégicos da região da Manga, onde bombeiros do Mato Grosso do […]

Diego Alves Publicado em 17/09/2020, às 22h48

Pantanal em chamas (Assessoria/Governo do Estado)
Pantanal em chamas (Assessoria/Governo do Estado) - Pantanal em chamas (Assessoria/Governo do Estado)

Após reunir e recepcionar os Bombeiros Militares do Estado do Paraná, as equipes de combate a incêndio florestal composta por brigadistas do Prevfogo Ibama e militares do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul e Marinha do Brasil combateram os incêndios em pontos estratégicos da região da Manga, onde bombeiros do Mato Grosso do Sul e Paraná fizeram frente aos avanços das queimadas. Os trabalhos duraram mais de 16 horas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o Prevfogo Ibama se deslocou para a região da Odila, onde não foi constatado incêndio em vegetação, sendo necessária a realocação dos brigadistas na região da Manga.

Ainda de acordo com os bombeiros, o efetivo de sessenta e oito militares do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, quinze Bombeiros Militar do Estado do Paraná, vinte e oito brigadistas do Prevfogo/Ibama e cento e setenta e dois militares do 6° Distrito Naval da Marinha do Brasil, somados à logística de recursos de transporte aéreo, terrestre e fluvial para a movimentação do contingente , a operação tem por finalidade extinguir e minimizar os danos que os incêndios estão causando à fauna e bioma pantaneiro de Corumbá.

Militar do 3°Grupamento de Bombeiros, no início da tarde desta quinta-feira, faz sobrevoo em helicóptero da Marinha do Brasil, para reconhecimento de focos de incêndio na região pantaneira ao norte do município de Corumbá, onde foi constatada a necessidade do deslocamento de equipes para os focos. A região fica a quase 30km do perímetro urbano de Corumbá, onde o único acesso é via fluvial ou aéreo.

Nas primeiras horas da manhã (07:00hrs.)desta sexta-feira (18) serão definidos os pontos de combates aos incêndios assim como a composição das equipes em seus deslocamentos e missões a serem realizadas, durante este dia. (Informações da assessoria)

Jornal Midiamax