A Prefeitura de São Gabriel do Oeste –a 142 km de Campo Grande– confirmou, em boletim divulgado ainda na segunda-feira (27), acréscimo de 27 novos casos de coronavírus no município, elevando para 472 o total de infectados. Entre os novos casos, estão um bebê de 1 mês e uma criança de 2 anos.

A presença de bebês e crianças entre os infectados não chega a ser rara, mas é minoria entre os casos registrados –em Mato Grosso do Sul, por exemplo, dentre os 22.443 casos relatados nesta terça-feira (28), 562 são de crianças de 1 a 9 anos e 95 de bebês abaixo de 1 ano (657 no total, ou 2,92% do total de casos positivos).

Os dados do Estado desta terça ainda não incluem os números de São Gabriel do Oeste (o boletim divulgado nesta manhã detalhou 465 casos, frente aos 472 contados pela Saúde municipal). O total de óbitos continua o mesmo: 4.

Não foram divulgados detalhes sobre o estado de saúde das crianças. Dentre os demais 25 casos novos, estão adultos com idades entre 25 e 77 anos. E, do total de infectados, 268 estão recuperados.

Dentre os 204 casos ativos, 7 seguiam hospitalizados até a tarde de segunda-feira –4 no Hospital Municipal e 3 em Campo Grande– e 197 seguiam em isolamento domiciliar. A Secretaria Municipal de Saúde aguarda o resultado de 32 amostras enviadas ao Lacen (Laboratório Central, em Campo Grande).

A administração municipal reiterou pedidos para que a população evite sair de casa sem necessidade, redobre cuidados com a higienizaçãoe use máscaras durante o trabalho, em filas, em estabelecimentos comerciais e nos locais com fluxo de pessoas.

Os dados estaduais colocam São Gabriel do Oeste como a cidade com o sétimo maior número de casos de Covid-19 do Estado e a sexta em incidência da doença (são 1.737 casos por 100 mil habitantes).

A fim de frear o avanço da doença, o município decretou lockdown aos finais de semana, das 13h de sábado às 5h de segunda-feira. Nesse período, é proibido à população ir às ruas, exceto em situações emergenciais. Isso ajudou a cidade a se manter entre aquelas com maior taxa de isolamento social nesses dias, com índices superiores a 70%. A cidade também está sob toque de recolher à noite, impôs medidas sanitárias ao comércio e irá ativar duas tendas de desinfecção em frente ao hospital e ao Paço Municipal.