Cotidiano

Banco é autuado por não respeitar prioridade de idosos em Campo Grande

Desobedecendo mais uma vez a legislação expondo os clientes à demora no atendimento e emissão irregular de comprovantes, o Banco Santander em Campo Grande, voltou a ser autuada pelo Procon-MS. A fiscalização esteve na unidade da rua Marechal Rondon, e verificou que não houve também o respeito as regras para clientes preferenciais. Segundo o Procon, […]

Ana Paula Chuva Publicado em 21/01/2020, às 15h03

(Foto: Divulgação Procon-MS)
(Foto: Divulgação Procon-MS) - (Foto: Divulgação Procon-MS)

Desobedecendo mais uma vez a legislação expondo os clientes à demora no atendimento e emissão irregular de comprovantes, o Banco Santander em Campo Grande, voltou a ser autuada pelo Procon-MS. A fiscalização esteve na unidade da rua Marechal Rondon, e verificou que não houve também o respeito as regras para clientes preferenciais.

Segundo o Procon, a emissão de senhas estava sendo feita de forma manual para o atendimento nas mesas, sem respeitar as prioridades determinadas por lei. Por essa razão os idosos com mais de 60 anos permaneceram aguardando atendimento em fila convencional, por aproximadamente 40 minutos.

Além dos casos em que pessoas com senhas com numeração posterior serem atendidas antes de quem já estava aguardando.

No local também a espera normal extrapolou os 15 minutos em ia de expediente normal e os clientes chegaram a esperar por mais de 30 minutos para atendimento nos caixas, contrariando a Lei estadual 2.085 de fevereiro de 2000.

Conforme órgão, a emissão de comprovantes de atendimento em papel termossensível foi, mais uma vez, foi flagrada. O banco é reincidente nas irregularidades mesmo após o Procon ter realizado reuniões com representantes da rede bancária no sentido de orientar tomadas de decisões para o bom relacionamento com os clientes (consumidores).

Jornal Midiamax