Após a morte do servidor Edson do Carmo Horácio, coordenador de licitações da prefeitura de Cassilândia, a 430 quilômetros de Campo Grande, a prefeitura do município suspendeu os serviços públicos municipais nesta sexta-feira (16), como forma de luto.

Edson estava internado há três dias na Santa Casa de Misericórdia em Cassilândia e nesta quinta-feira (15), não resistiu e morreu. A prefeitura decretou luto oficial na cidade e, com exceção dos serviços essenciais, os órgãos municipais não funcionam hoje.

Edson é a 27ª vítima fatal do coronavírus em Cassilândia. A cidade tem 857 casos confirmados da doença, conforme boletim divulgado nesta sexta-feira pela Secretaria Municipal de Saúde. São 793 recuperados, 31 em isolamento domiciliar e 6 pessoas hospitalizadas. 2.590 casos foram descartados.