Cotidiano

Ainda sem data, banco ortopédico deve funcionar no CEM, diz secretário de saúde

O Banco Municipal de Materiais e Equipamentos Ortopédicos ficará, provavelmente, concentrado no CEM (Centro de Especialidades Médicas), segundo informações disponibilizadas pelo secretario municipal de saúde, José Mauro. A Lei de autorização para a criação do Banco foi sancionada nesta quinta-feira (2). Na prática, o município irá arrecadar através de doações ou compra, itens or...

Ana Palma Publicado em 02/01/2020, às 11h43

Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa - Foto: Ilustrativa

O Banco Municipal de Materiais e Equipamentos Ortopédicos ficará, provavelmente, concentrado no CEM (Centro de Especialidades Médicas), segundo informações disponibilizadas pelo secretario municipal de saúde, José Mauro.

A Lei de autorização para a criação do Banco foi sancionada nesta quinta-feira (2). Na prática, o município irá arrecadar através de doações ou compra, itens ortopédicos novos e usados para serem emprestados aos campo-grandenses.

O secretario de saúde informou que a próxima etapa é montar um projeto para a estruturação do Banco e em seguida lançar o decreto normativo para que as atividades iniciem. “Acredito que em dois ou três meses será formulada a política do projeto para depois disponibilizar o funcionamento”, diz.

Além disso, José Mauro também informou à reportagem que o Banco poderá se concentrar no CEM por ser um local que já tem um norte parecido com o propósito da Lei e é de fácil acesso à população.

“Muitas vezes as pessoas querem doar, mas não temos como receber pelas normas que precisa seguir e isso acaba dificultando o processo. Com a lei vamos desburocratizar para poder emprestar e depois ser devolvido e reutilizado, muitos equipamentos podem ser usados novamente quando bem conservados”, finaliza.

Jornal Midiamax