A aeronave Hércules C-130 da FAB (Força Aérea Brasileira) realizou nesta segunda-feira (27), a 2° viagem de Campo Grande para o Pantanal de Corumbá, para ajudar no combate aos incêndio na região. O histórico de queimadas atingiu recorde e o Governo do Estado decretou situação de emergência.

Segundo o Ministério da Defesa foram empregadas cinco aeronaves na força-tarefa, sendo dois helicópteros da Marinha, Esquilo e Super Cougar, um do Exército, Pantera e um da Força Aérea, o Black Hawk, além do avião cargueiro C-130 Hércules da FAB.

As aeronaves também estão utilizando água do Rio Paraguai no combate aos focos, reconhecendo áreas e transportando brigadistas para as áreas de difícil acesso. O avião cargueiro possui sistema moderno para combate a incêndio, o “Modular Airbone Fire Fighting System”.

Ainda conforme o Corpo de Bombeiros, o município já registrou chuva de fuligem. Cerca de 300 mil hectares já foram devastadas pelo fogo, para se ter uma dimensão, a área equivale a 2 vezes o tamanho da cidade de São Paulo.Já foram levantados aproximadamente 4 mil focos de incêndio por satélite, segundo o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais)

Operação conjunta

Desde o último sábado (25), as equipes estão trabalhando no reconhecimento de áreas, em torno de Corumbá e Ladário, e atuaram em focos de queimadas na Estrada da Codraza e em Baia Negra, além do norte do Porto Geral de Corumbá e na Volta do Arancuã.