Cotidiano

Abril registra média de 6,3 novos casos de coronavírus por dia em MS

Nos boletins divulgados ao longo de abril, Mato Grosso do Sul registrou média de 6,3 novos casos de coronavírus por dia. Os dados foram apresentados por Christinne Maymone, secretária-adjunta de Saúde de Mato Grosso do Sul, durante live na manhã deste domingo (19). O último levantamento sobre o avanço da Covid-19 no Estado, fechado às […]

Humberto Marques Publicado em 19/04/2020, às 11h46 - Atualizado em 17/07/2020, às 23h46

Christinne Maymone apontou que, neste domingo, Estado chegou a 168 casos de coronavírus. (Imagem: Reprodução)
Christinne Maymone apontou que, neste domingo, Estado chegou a 168 casos de coronavírus. (Imagem: Reprodução) - Christinne Maymone apontou que, neste domingo, Estado chegou a 168 casos de coronavírus. (Imagem: Reprodução)

Nos boletins divulgados ao longo de abril, Mato Grosso do Sul registrou média de 6,3 novos casos de coronavírus por dia. Os dados foram apresentados por Christinne Maymone, secretária-adjunta de Saúde de Mato Grosso do Sul, durante live na manhã deste domingo (19). O último levantamento sobre o avanço da Covid-19 no Estado, fechado às 10h, contabilizou 168 pacientes que têm ou já tiveram a doença, 43 sob investigação e 5 mortes.

Segundo a adjunta da SES, os dados deste domingo são um acréscimo de 7 casos na comparação com o sábado (18), equivalente a um aumento de 4,3% no total de 161 pacientes identificados com o coronavírus. “Lembrando que, se somar a média de abril, temos 6,3 casos novos por dia”, destacou ela.

Em 1º de abril, o boletim da SES apontou que o Estado tinha 51 casos confirmados de coronavírus, frente a 48 no dia anterior (31 de março). Naquele momento, Christinne apontava que o Estado tinha uma média de 7 dias para duplicar o volume de contagiados.

Com os dados deste domingo, em 19 dias, o total de pacientes com coronavírus aumentou 229% na comparação com o dia 1º. Um dos fatores correlacionados pelas autoridades de Saúde com o avanço é a redução gradual da adesão ao distanciamento e isolamento sociais –menos pessoas ficando em casa. No Estado, a taxa de isolamento era de 64,3% em 6 de abril (isto é, a cada 10 sul-mato-grossenses, pelo menos 6 ficaram em casa).

O dado sofreu queda vertiginosa, ficando abaixo de 50% durante praticamente todo o mês –fechou o sábado (18) a 59,5%, segundo dados da SES e da consultoria InLoco, que faz o monitoramento a partir da movimentação de aparelhos de telefonia celular. Por isso, novamente neste domingo, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, apelou para que as pessoas fiquem em casa e ajudem a manter o percentual, pelo menos, acima de 40%. Segundo ele, quanto menos pessoas participarem, mais casos serão registrados.

Jornal Midiamax