Cotidiano

A cada cinco cardíacos contaminados pelo coronavírus em MS, dois morrem

Pacientes do grupo de risco, as pessoas com problemas cardíacos representam uma parcela significativa das mortes por coronavírus em Mato Grosso do Sul. O Estado já registrou 958 pacientes cardíacos infectados, sendo que 385 não resistiram à doença. Ou seja: de cinco cardiopatas infectados, dois morreram em MS.  Informações do portal Monitora Covid-19, da Fiocruz […]

Mylena Rocha Publicado em 02/09/2020, às 15h00 - Atualizado às 17h13

Foto: Leonardo de França/Arquivo Midiamax
Foto: Leonardo de França/Arquivo Midiamax - Foto: Leonardo de França/Arquivo Midiamax

Pacientes do grupo de risco, as pessoas com problemas cardíacos representam uma parcela significativa das mortes por coronavírus em Mato Grosso do Sul. O Estado já registrou 958 pacientes cardíacos infectados, sendo que 385 não resistiram à doença. Ou seja: de cinco cardiopatas infectados, dois morreram em MS. 

Informações do portal Monitora Covid-19, da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), mostram que em Mato Grosso do Sul, 4,23% da população adulta tem alguma doença no coração. Vale ressaltar que pacientes com doenças crônicas como os cardíacos apresentam deficiência no sistema imunológico. Se infectados, eles correm um maior risco de terem complicações sérias com a Covid-19.

Em MS, já foram 958 pacientes cardíacos infectados pelo coronavírus, de acordo com dados da SES (Secretaria de Estado de Saúde). Entre os infectados, 385 morreram, os óbitos representam 40,1% dos contaminados. Ou seja, em média, a cada cinco pacientes cardíacos infectados, dois morrem em Mato Grosso do Sul. Dados ainda mostram que os cardiopatas representam 42,6% do total de mortes registradas em MS. 

A cada cinco cardíacos contaminados pelo coronavírus em MS, dois morrem
Fonte: SES

O Estado tem 474 pacientes curados e 99 pacientes com o vírus ativo que estão internados ou em isolamento domiciliar. Um dado preocupante e que pode ajudar a entender a alta taxa de mortos entre os cardíacos infectados pelo coronavírus é a faixa etária dos contaminados. Em Mato Grosso do Sul, a maioria dos cardíacos infectados é de idosos.

Segundo informações da SES, 66,7% dos cardiopatas infectados por Covid-19 tem mais de 60 anos. Em segundo lugar, pacientes de 50 a 59 anos representam 18,4% dos infectados. Na terceira posição, pacientes de 40 a 49 anos representam 8,9% dos contaminados. 

Jornal Midiamax