Cotidiano

VÍDEO: Capivara atropelada fica abandonada no bairro Jardim Tijuca

Uma capivara morta chamou a atenção de pedestres e motoristas nesta segunda-feira (8) na rua Panambi Vera, em Campo Grande. Na calçada, o animal parecia ter sido atropelado e aponta a importância da atenção dos motoristas em um local onde as capivaras são comuns. A moradora Nina Kunz, de 53 anos, conta que fazia sua […]

Mylena Rocha Publicado em 08/04/2019, às 10h33 - Atualizado às 10h54

Foto: Leitor/WhatsApp Midiamax
Foto: Leitor/WhatsApp Midiamax - Foto: Leitor/WhatsApp Midiamax

Uma capivara morta chamou a atenção de pedestres e motoristas nesta segunda-feira (8) na rua Panambi Vera, em Campo Grande. Na calçada, o animal parecia ter sido atropelado e aponta a importância da atenção dos motoristas em um local onde as capivaras são comuns.

A moradora Nina Kunz, de 53 anos, conta que fazia sua caminhada matinal quando se deparou com o bicho morto na calçada. Segundo ela, a presença dos animais é comum, já que há um córrego próximo à região.

Para ela, os motoristas devem ficar atentos e dirigir com cautela, já que as capivaras podem entrar na frente dos carros. “Existe sinalização, os semáforos estão funcionando, está tudo ok. Só que eu acho que deveria ter uma placa de aviso de que ali está sujeito a atravessar um bichinho a qualquer momento”.

Diante de situações como estas, a recomendação da PMA (Polícia Militar Ambiental) é que o morador acione a autoridade policial, no caso de o animal ainda estar com vida após o atropelamento, para que receba os atendimentos necessários. O telefone da PMA é o: (67) 3357-1500. Nessa situação em que a capivara não resistiu, o indicado é que o motorista acione a Solurb para fazer a retirada. O número é o: (67) 3303-9200.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax