Cotidiano

Vacina contra a gripe será liberada no sábado para o interior e na segunda para Capital

Toda a população poderá receber a vacina contra a Influenza a partir deste sábado (1°). O anúncio foi feito pelo ministro da saúde Luiz Henrique Madetta. Em Campo Grande, segundo a Sesau, vacina será disponibilizada somente a partir de segunda-feira (3), por recomendação do Ministério da Saúde. “A reserva das vacinas para os grupos de […]

Cleber Rabelo Publicado em 31/05/2019, às 13h49 - Atualizado às 16h04

Foto: Portal do MS
Foto: Portal do MS - Foto: Portal do MS

Toda a população poderá receber a vacina contra a Influenza a partir deste sábado (1°). O anúncio foi feito pelo ministro da saúde Luiz Henrique Madetta. Em Campo Grande, segundo a Sesau, vacina será disponibilizada somente a partir de segunda-feira (3), por recomendação do Ministério da Saúde.

“A reserva das vacinas para os grupos de alto risco já foi feita, tudo foi amplamente divulgado. Até o dia 31 de maio estamos em campanha e vocês (grupo de risco) podem se vacinar. Depois disso, a vacina será aberta à população”, ressalta Mandetta, frisando que as doses deixarão de ser exclusivas para o grupo prioritário.

De acordo com a superintendente estadual de vigilância em saúde, Larissa Domingues Castilho, da SES (Secretaria de Estado de Saúde), a população deverá procurar por postos onde ainda há doses disponíveis. “Esperamos que aqueles que ainda não se vacinaram procurem as unidades de saúde nesta sexta-feira, já que as doses serão exclusivas aos grupos prioritários até amanhã. Depois disso, os postos onde houver estoque da vacina estarão autorizados a vacinar a população em geral”

Em Campo Grande

Neste sábado (1) e domingo (2), das 6h15 às 17h45, as salas de vacina dos CRSs (Centros Regionais de Saúde) estarão de plantão para vacinar apenas as pessoas que fazem parte do grupo de risco: idosos com 60 anos ou mais de idade; as puérperas (mulheres até 45 dias após o parto); os trabalhadores de saúde; os povos indígenas; os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; e, os professores de escolas públicas e particulares; as crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias); as gestantes; e, os policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

Ainda no sábado, das 6h15 às 17h45, a UBS Coronel Antonino estará aberta, para facilitar o acesso de pessoas do grupo de risco que por ventura não tomaram a vacina.

Desta forma, somente na segunda-feira (3), a vacinação para o público geral será aberto para a população.

Cobertura

Até o início da tarde de quinta-feira (30), o Estado vacinou 610 mil pessoas. O número representa 76,14% do grupo prioritário, que é de 801.907 pessoas. O grupo dos idosos desponta com a maior cobertura vacinal no Estado, com 86,45% de imunização (211.271 pessoas). As puérperas estão na sequência, com 78,49% das mulheres vacinadas.

*Atualizada às 16h para acréscimo de informação

Jornal Midiamax