Cotidiano

#Retrospectiva: Além das tragédias, 2019 foi marcado por gestos de bondade e orgulho para MS

Para muitos, 2019 foi um ano marcado por perdas e acontecimentos que deixaram cicatrizes em moradores de vários estados do País. Mas em meio à tristeza, gestos simples como homenagear uma criança, excluída de uma festa de aniversário por ser autista, e dar flores como pedido de desculpas a uma coleguinha de escola, após praticar […]

Cleber Rabelo Publicado em 17/12/2019, às 13h41 - Atualizado em 18/12/2019, às 08h37

Arquivo, Jornal Midiamax
Arquivo, Jornal Midiamax - Arquivo, Jornal Midiamax

Para muitos, 2019 foi um ano marcado por perdas e acontecimentos que deixaram cicatrizes em moradores de vários estados do País. Mas em meio à tristeza, gestos simples como homenagear uma criança, excluída de uma festa de aniversário por ser autista, e dar flores como pedido de desculpas a uma coleguinha de escola, após praticar bullying, fizeram a diferença e ganharam até repercussão nacional.

Em agosto, a campo-grandense Sara Onori, mãe do pequeno Arthur, de 2 anos, experimentou mais uma vez o sentimento de dor que familiares de pessoas portadoras de qualquer tipo de transtorno enfrenta. O filho, pequeno demais para entender que foi não foi convidado para a festa de aniversário da amiguinha ‘por ser meio problemático’, como foi descrito pela mãe da colega, foi parar no colo do presidente Jair Bolsonaro, que se comoveu com a história.

#Retrospectiva: Além das tragédias, 2019 foi marcado por gestos de bondade e orgulho para MS
Presidente Jair Bolsonaro participou de homenagem e carregou Arthur no colo (Foto: Reprodução, Instagram, Sara Onori)

O preconceito enfrentado por Arthur emocionou o País. Ele recebeu homenagem em Brasília, organizada por funcionários do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, e ganhou uma festinha em Campo Grande. Voluntários se solidarizaram ao sofrimento de Sara e resolveram rebater o preconceito que o pequeno enfrentou ao não ser convidado a uma festa, com outra festa.

Bullying e flores

A sensibilidade e o gesto de carinho de uma moradora de Três Lagoas, distante 330 quilômetros de Campo Grande, também ganharam repercussão nacional.

Em setembro, Katrina Silva usou as redes sociais para compartilhar uma situação que viveu com o filho, estudante do 7° ano. Ela foi surpreendida com a notícia de que o filho havia escrito uma cartinha debochando de uma colega de classe, e outro aluno leu a carta em voz alta. Todos riram da menina.

#Retrospectiva: Além das tragédias, 2019 foi marcado por gestos de bondade e orgulho para MS
Após ser vítima de bullying, aluna recebe buquê de flores como pedido de desculpas (Foto: Arquivo Pessoal)

Após saber da atitude do filho, Katrina foi a uma floricultura, mandou fazer um buquê de flores para que o garoto entregasse à menina como pedido de desculpas. “De primeira mão fiquei decepcionada, pois meu filho sempre foi muito educado e carinhoso, e nós como pais, sempre ensinamos a ele o respeito. Saí da escola chorando”, conta.

A atitude de Katrina viralizou como símbolo de combate ao bullying e chamou a atenção de Fátima Bernardes, apresentadora do programa Encontro.  “Você que tem um filho menino, ensine a ele desde pequeno a respeitar as mulheres, pois eu, como mãe, jamais poderia deixar isso passar em branco”, diz. Katrina participou do programa Encontro no dia 3 de setembro.

Achou uma carteira e devolveu

A crise financeira que atingiu, em cheio, o bolso do brasileiro em 2019, colocaria à prova a atitude de muita gente, ao encontrar na rua, uma carteira com R$ 590. Quantas pessoas procurariam o dono para devolvê-la?

#Retrospectiva: Além das tragédias, 2019 foi marcado por gestos de bondade e orgulho para MS
Cabo da PM encontrou carteira e fez questão de entregar pessoalmente ao dono (Foto: Reprodução, Portal Selvíria News)

O Cabo Barbosa, da Polícia Militar de Selvíria, que fica a 400 quilômetros de Campo Grande, passou por essa situação. Enquanto fazia uma caminhada na BR-158, o policial localizou a carteira que, além do dinheiro, guardava os documentos do jovem Lucas Gustavo.

O PM encontrou o morador e fez questão de entregar a carteira pessoalmente, mostrando que ‘fazer o certo’ é sempre a melhor escolha.

Nasceu na viatura

Sabe aquelas histórias que acontecem vez ou outra? Em fevereiro, militares do 6° Grupamento do Corpo de Bombeiros realizaram um parto dentro da viatura de resgate, nas Moreninhas, em Campo Grande.

Maíra Gomes, de 24 anos, estava na terceira gestação e o nascimento de Maria Gabrieli estava previsto só para março, mas a pequena não quis aguardar. No dia 16 de fevereiro, Maíra sentiu fortes contrações e foi socorrida pelos bombeiros.

Dentro da viatura, Maria Gabrieli resolveu apressar sua vinda ao mundo e não esperou nem a chegada na maternidade. Os soldados Lucas Dayton, Yacir Resquim, a enfermeira Liziane e a voluntária Paula Fernanda realizaram o parto.

“É um sentimento gratificante, porque presenciar um parto, uma nova vida que está chegando, nos faz revigorar a nossa vibração como bombeiro, de estar cada vez mais preparado para atender a população”, afirmou o comandante Alexandre Brites.

#Retrospectiva: Além das tragédias, 2019 foi marcado por gestos de bondade e orgulho para MS
Maria Gabrieli não quis esperar a chegada na maternidade e bombeiros realizaram o parto (Foto: Divulgação)

De Ribas para o mundo

E tem sul-mato-grossense conquistando pódio em rodeio chique sim! Direto de Ribas do Rio Pardo, a 97 quilômetros de Campo Grande, o peão José Vitor Leme faturou, pela segunda vez, o segundo lugar no campeonato mundial da PBR (Profissional Bull Riders), que aconteceu em novembro, em Las Vegas.

Vitinho, como é mais conhecido, vinha liderando a prova, mas foi ultrapassado na final pelo americano Jess Lockwood. O brasileiro fez bonito conforme o site PBR Brazil. Os dois peões caíram dos seus touros, porém a soma de pontos deixou o americano na frente. Em 2018, Vitinho participou da mesma competição e também garantiu o segundo lugar.

“Foi uma disputa emocionante, estou tranquilo pelo resultado. Agora é cabeça erguida e pensar na próxima temporada. O esporte é assim mesmo, temos que estar sempre preparados, com respeito e fé em Deus”, contou o vice-campeão.

#Retrospectiva: Além das tragédias, 2019 foi marcado por gestos de bondade e orgulho para MS
O peão Vitinho, de Ribas do Rio Pardo, conquistou segundo lugar em Las Vegas (Foto: Divulgação)
Jornal Midiamax