Nível do Rio Aquidauana estabiliza e tendência é baixar, segundo Defesa Civil

Após uma série de aumentos repentinos nos últimos dois dias, o nível do Rio Aquidauana estabilizou na marca de 6,90 metros, por volta da meia noite desta sexta-feira (1º), a 10 centímetros do que é necessário para que se declare situação de emergência. Com isso, a Defesa Civil respira aliviada, apesar do monitoramento contínuo. De […]
| 01/03/2019
- 12:15
Nível do Rio Aquidauana estabiliza e tendência é baixar, segundo Defesa Civil

Após uma série de aumentos repentinos nos últimos dois dias, o nível do estabilizou na marca de 6,90 metros, por volta da meia noite desta sexta-feira (1º), a 10 centímetros do que é necessário para que se declare situação de emergência.

Com isso, a Defesa Civil respira aliviada, apesar do monitoramento contínuo. De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Aquidauana, Mário Ravaglia, apenas uma família ribeirinha precisou de ajuda do órgão, devido ao risco iminente de danos materiais.

A tendência, porém, é que o nível do rio volte a cair. Desde a quinta-feira, a chuva deu trégua na região e faz bastante sol na cidade na manhã desta sexta, o que contribui para a normalização do nível do Aquidauana.

Na quinta-feira, a Defesa Civil Estadual emitiu alerta sobre a altura do Rio Aquidauana, quando foi registrado aumento de 43 centímetros no leito em poucas horas, passando de 6 metros para 6,43 metros. Antes disso, o nível do rio já havia subido cerca de 117%, quando saltou de 2,76 metros para 6,43 metros, conforme dados integrados da Sala de Situação do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) e da Defesa Civil Municipal de Aquidauana.

Nível do Rio Aquidauana estabiliza e tendência é baixar, segundo Defesa Civil
(Foto: Arquivo | Midiamax)

Há cerca de um ano, o município enfrentou graves problemas devido a uma das maiores inundações, quando o nível do rio – que é afetado por chuvas localizadas – alcançou 7,42 metros.

Atualmente, três réguas medem o nível do rio nas estações de Palmeira, Aquidauana e Estrada MT-738. No Estado, outro rio com nível de alerta é o Coxim. Até a última quinta-feira (28), as águas atingiram 4,21 metros de altura – a partir de 5 metros, o nível do rio entra em estado de emergência, podendo afetar a cidade.

Sistema de alertas

A Defesa Civil Estadual oferece gratuitamente um serviço de alertas: com base na leitura de indicadores meteorológico e fluviais colhidos diariamente pelo órgão, uma mensagem de texto é enviada para os moradores de cada região, quando necessário.

Para receber os alertas, basta enviar uma mensagem de texto (SMS) gratuita para o número 40199. No corpo da mensagem, é necessário colocar o CEP da residência, para que o envio de alertas seja mais preciso.

Veja também

Benefício começou a ser pago na última semana e consumidores aproveitam para fazer as compras de casa

Últimas notícias