Cotidiano

MP instaura inquérito contra três empresas de telefonia por ineficiência de sinal

O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) instaurou inquéritos civis contra três empresas de telefonia para apurar a ineficiência de sinal de celular no distrito de Anhanduí. Eles constam em edição do Diário Oficial do MPMS de segunda-feira (03), já disponível para consulta. Os procedimentos serão conduzidos na 25ª Promotoria de Justiça da […]

Danúbia Burema Publicado em 02/06/2019, às 08h49 - Atualizado às 11h16

Compartilhamentos têm sido feitos cada vez mais com viés político. Foto/ Reprodução
Compartilhamentos têm sido feitos cada vez mais com viés político. Foto/ Reprodução - Compartilhamentos têm sido feitos cada vez mais com viés político. Foto/ Reprodução

O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) instaurou inquéritos civis contra três empresas de telefonia para apurar a ineficiência de sinal de celular no distrito de Anhanduí. Eles constam em edição do Diário Oficial do MPMS de segunda-feira (03), já disponível para consulta.

Os procedimentos serão conduzidos na 25ª Promotoria de Justiça da Comarca de Campo Grande pelo promotor de justiça Fabrício Proença de Azambuja.

O primeiro deles, inquérito civil nº 06.2019.00000758-9, irá apurar os problemas de sinal da operadora Claro no distrito. Já o de nº 06.2019.00000758-9 irá avaliar as condições do sinal da Vivo na mesma localidade.

Por último, o inquérito civil de nº 06.2019.00000760-1 avaliará a qualidade do serviço oferecido pela Tim Celular.

Os procedimentos estarão à disposição da população na sede da promotoria, situada na Rua da Paz, 134, 3º andar, Centro.

Jornal Midiamax