Incêndio em caminhão baú pode ter sido causado por aquecimento de material químico

O incêndio em um caminhão baú na tarde desta terça-feira (19), em frente a Policlínica da Polícia Militar, localizada na rua Rodolfo José Pinho, pode ter sido causado por aquecimento em algum material químico, segundo o Tenente Falcão do Corpo de Bombeiros. Mas não sabem precisar qual seria o material. Ainda de acordo com o […]
| 19/03/2019
- 19:00
Incêndio em caminhão baú pode ter sido causado por aquecimento de material químico

O incêndio em um caminhão baú na tarde desta terça-feira (19), em frente a Policlínica da Polícia Militar, localizada na rua Rodolfo José Pinho, pode ter sido causado por aquecimento em algum material químico, segundo o Tenente Falcão do Corpo de Bombeiros. Mas não sabem precisar qual seria o material.

Ainda de acordo com o Tenente, o incêndio já foi controlado, e é possível que o material que estava no baú tenha se aquecido e entrado em combustão, ele ressaltou também que por ter sido próximo à cabine o motorista correu risco de ser atingido pelo fogo.

Incêndio em caminhão baú pode ter sido causado por aquecimento de material químico
(Foto: Gabriel Torres)

Leandro Oliveira, 39 anos, informou que estaria vindo de Três Lagoas para Campo Grande, e quando trafegava pela avenida Eduardo Elias Zaharan, foi alertado sobre a fumaça por outro motorista.“Decidi não parar na Zahran, virei aqui e parei o veículo. Quando abri o baú, o fogo já tinha se alastrado”,  contou. Ainda segundo ele, aproximadamente 40% das mercadorias foram queimadas.

Os funcionários da Policlínica ajudaram com extintores e água até a chegada do Corpo de Bombeiros. Dentro do caminhão haviam estariam produtos de sites de vendas para entregas na Capital.

O motorista alertou que a empresa responsável pelo transporte já estaria providenciando um outro veículo para retirada das mercadorias que ficaram na rua.

Veja também

Vídeo que circula nas redes sociais mostra um ônibus do Consórcio Guaicurus, linha 302- Caiobá...

Últimas notícias