Guarda estima público de 40 mil foliões na Esplanada Ferroviária para ‘Enterro dos Ossos’

Com o evento que encerrou as comemorações do Carnaval em Campo Grande, a estimativa é de que o ‘Enterro dos Ossos’ tenha atraído cerca de 40 mil foliões à Esplanada Ferroviária. Os dados são da Guarda Municipal, que contou com efetivo de 70 agentes na segurança do evento. Na operação do ‘Enterro dos Ossos’, a […]
| 10/03/2019
- 14:43
Guarda estima público de 40 mil foliões na Esplanada Ferroviária para ‘Enterro dos Ossos’

Com o evento que encerrou as comemorações do Carnaval em Campo Grande, a estimativa é de que o ‘Enterro dos Ossos’ tenha atraído cerca de 40 mil foliões à . Os dados são da , que contou com efetivo de 70 agentes na segurança do evento.

Na operação do ‘Enterro dos Ossos’, a Guarda fez 18 abordagens e atendeu sete pessoas alcoolizadas, todas eram adolescentes. Entre as abordagens, houveram dois crimes: portar drogas para consumo próprio e tráfico de drogas.

Além disso, o GPI (Grupo de Pronta Intervenção) atuou com bombas de efeito moral para a dispersão de foliões que se recusavam a se retirar da Esplanada, mesmo após o fim do evento, às 22 horas. A Guarda afirma que não houve feridos.

Adolescentes e uso do álcool

A equipe do Jornal Midiamax conversou com o organizador do ‘Enterro dos Ossos’ e coordenador do Capivara Blasé, Victor Samúdio neste sábado (9). Ele ressaltou que uma das medidas de segurança para o evento foi bloquear a entrada de pessoas com caixas de isopor, para evitar que ambulantes pudessem vender bebidas a adolescentes.

Conforme a conselheira tutelar Aline Gomes da Fonseca Dias, a venda de álcool para menores geralmente ocorre por ambulantes, que muitas vezes não têm consciência do problema. Ela ressalta a importância da parceria dos pais. “A gente queria a parceria dos pais para que soubessem onde os filhos estão e o que estão ingerindo, muitas vezes esses adolescentes já chegam com bebida nos locais. É preciso conversar abertamente com os filhos sobre os riscos de bebidas alcoólicas e drogas”, destaca.

Veja também

Projeções indicam data para Campo Grande alcançar a marca, porém, crescimento vai muito além do que ter espaço

Últimas notícias