Cotidiano

Governo divulga período de inscrições no Vale Universidade Indígena

Os acadêmicos da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) podem se inscrever no Vale Universidade Indígena a partir de segunda-feira (29). A informação foi publicada no DOE/MS (Diário Oficial do Estado) de ontem (22). Além de apoiar o estudante, um dos objetivos do Vale é a permanência do acadêmico na instituição por meio […]

Kamila Alcântara Publicado em 23/04/2019, às 15h23

Foto: Leca
Foto: Leca - Foto: Leca

Os acadêmicos da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) podem se inscrever no Vale Universidade Indígena a partir de segunda-feira (29). A informação foi publicada no DOE/MS (Diário Oficial do Estado) de ontem (22).

Além de apoiar o estudante, um dos objetivos do Vale é a permanência do acadêmico na instituição por meio da concessão de benefício social. A inscrição deve ser feita no site da Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho) até às 16h do dia 17 de maio.

Para se inscrever, o estudante precisa comprovar ter renda familiar de até três salários mínimos e preencher requisitos como: ser índio, comprovar etnia e aldeia, ser a primeira graduação, estar matriculado em um curso presencial e reconhecer os termos da UEMS. O não preenchimento de qualquer uma das informações solicitadas no cadastro não permitirá a finalização da inscrição.

O acadêmico selecionado deverá realizar 12h de carga horária semanal, cumpridas em jornadas de 4h diárias no período matutino ou vespertino, que seja compatível como horário escolar. Já o local em que ele vai fazer o estágio será indicado pela própria Sedhast.

Mais informações sobre a documentação necessária e demais condições para inscrição podem ser obtidas neste link.

Jornal Midiamax