Cotidiano

Estado ganha comitê de prevenção ao suicídio

Ocupando o terceiro lugar nas taxas de mortalidade por suicídio no país, o Mato Grosso do Sul terá o Comitê Estadual de Prevenção ao Suicídio. Em 2017, o MS registrou nove mortes a cada 100 mil habitantes. De acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde), o Ministério da Saúde escolheu em 2017 os […]

Kamila Alcântara Publicado em 17/04/2019, às 14h32

None

Ocupando o terceiro lugar nas taxas de mortalidade por suicídio no país, o Mato Grosso do Sul terá o Comitê Estadual de Prevenção ao Suicídio. Em 2017, o MS registrou nove mortes a cada 100 mil habitantes.

De acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde), o Ministério da Saúde escolheu em 2017 os seis estados com maiores taxas de suicídio para implementar o Comitê, para promover ações preventivas, além de atenção à saúde mental.

Estão na lista de estados na União em situação de alerta: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Piauí, Paraná, Amazonas e o MS. Cada um deles, antes de receber o comitê, precisou desenvolver o “Projeto de Prevenção do Suicídio para Ações de Prevenção, Vigilância e Gestão do Cuidado”.

Com a provação do Projeto, o Comitê irá monitorar, acompanhar e avaliar as ações desenvolvidas para prevenção do suicídio até o fim de 2019. Para Michelle Scarpin, gerente da Rede Psicossocial da SES, pequenos grupos regionais serão montados. “Serão instituídos grupos de trabalho regionais que irão intensificar o debate, construir fluxos de atendimento e multiplicar a todos os profissionais as capacitações. Inicialmente serão 15 municípios”.

Jornal Midiamax