Cotidiano

Com suspeita de dengue hemorrágica, mais uma mulher morre em MS

Mais uma morte suspeita de dengue hemorrágica é registrada em Mato Grosso do Sul, desta vez a vítima é uma mulher de 41 anos, que estava internada no hospital da Cassems, em Dourados, e veio a óbito nesta quinta-feira (2). As informações são do Dourados News. Caso seja confirmada, esse será o quarto óbito no […]

Ana Paula Chuva Publicado em 02/05/2019, às 18h00 - Atualizado em 03/05/2019, às 09h24

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil - Foto: Agência Brasil

Mais uma morte suspeita de dengue hemorrágica é registrada em Mato Grosso do Sul, desta vez a vítima é uma mulher de 41 anos, que estava internada no hospital da Cassems, em Dourados, e veio a óbito nesta quinta-feira (2). As informações são do Dourados News.

Caso seja confirmada, esse será o quarto óbito no município. Que segundo boletim epidemiológico do SES (Secretaria de Estado de Saúde) outras duas mulheres – de 58 e 87 anos – e uma criança de 11 anos tiveram as mortes confirmadas pela doença.

Ainda segundo Dourados News,  o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) informou que uma amostra do sangue da vítima será encaminhada ao Lacen (Laboratório Central), em Campo Grande.

Em boletim epidemiológico desta quinta-feira, a SES confirmou 16 mortes em decorrência da doença. Outros dois casos são investigados em Campo Grande, caso sejam confirmados e somados ao desta tarde, o número de óbitos subirá para 19 em menos de uma semana.

Mortes confirmadas

Na Capital foram 7 mortes confirmadas, sendo dois homens – 72 e 78 anos – duas mulheres de 35 e 93 anos, e três crianças – 7, 5 e 1 ano. Em Dourados, foram três óbitos, duas mulheres – 58 e 87 anos, e um menino de 11 anos.

Corumbá registrou sua primeira morte com o rapaz de 18 anos. E Maracaju e Ponta Porã registraram um óbito cada, dois homens – 35 e 40 anos;

No Estado até o momento foram 12.654 casos confirmados, dos 29.540 notificados. Vale lembrar que Campo Grande está entre as cidades em alerta para surto de dengue, zika e chinkungunya.

Na Capital foram 7 mortes confirmadas, sendo dois homens – 72 e 78 anos – duas mulheres de 35 e 93 anos, e três crianças – 7, 5 e 1 ano. Em Dourados, foram três óbitos, duas mulheres – 58 e 87 anos, e um menino de 11 anos.

Corumbá registrou sua primeira morte com o rapaz de 18 anos. E Maracaju e Ponta Porã registraram um óbito cada, dois homens – 35 e 40 anos;

No Estado até o momento foram 12.654 casos confirmados, dos 29.540 notificados. Vale lembrar que Campo Grande está entre as cidades em alerta para surto de dengue, zika e chinkungunya.

Mais notícias
Jornal Midiamax