Cotidiano

Com 820 casos confirmados, cidade de MS investiga duas mortes por dengue

Uma mulher de 41 anos, e o ex-prefeito de Rio Brilhante Aldonso Chaves de Lima, são as duas prováveis vítimas fatais de dengue em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande.  A secretaria de saúde do município está aguardando o laudo do Lacen (Laboratório Central) de Mato Grosso do Sul para confirmar os óbitos. Na […]

Ana Paula Chuva Publicado em 09/05/2019, às 15h32 - Atualizado às 17h24

Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde
Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde - Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde

Uma mulher de 41 anos, e o ex-prefeito de Rio Brilhante Aldonso Chaves de Lima, são as duas prováveis vítimas fatais de dengue em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande.  A secretaria de saúde do município está aguardando o laudo do Lacen (Laboratório Central) de Mato Grosso do Sul para confirmar os óbitos. Na cidade foram confirmados 820 casos da doença.

De acordo com o Dourados News, a coordenadora do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) Rosana Alexandre, informou que o município do Estado, já registrou três óbitos pela doença e confirmou 820 casos de dengue. O relatório foi atualizado nesta semana. Até o dia 2/05 o número era de 723 confirmações.

Vale lembrar que Dourados já atingiu o número de 2.215 notificações e em quatro mutirões realizados nas principais regiões da cidade, mais de 80 toneladas de lixo foram recolhidas.

Jornal Midiamax