Cotidiano

Agetran lança campanha Maio Amarelo para profissionais da Semed

Assessoria A edição 2019 da campanha Maio Amarelo foi lançada na manhã desta quinta-feira (2) para profissionais que atuam na Secretaria Municipal de Educação (Semed). O evento aconteceu no Centro de Formação e contou com a participação da secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, secretária-adjunta, Soraia Campos, superintendentes e técnicos da Semed e do vereador […]

Diego Alves Publicado em 02/05/2019, às 21h16

Assessoria
Assessoria - Assessoria

Assessoria

A edição 2019 da campanha Maio Amarelo foi lançada na manhã desta quinta-feira (2) para profissionais que atuam na Secretaria Municipal de Educação (Semed). O evento aconteceu no Centro de Formação e contou com a participação da secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, secretária-adjunta, Soraia Campos, superintendentes e técnicos da Semed e do vereador Willian Macksoud.

A ação é uma coordenação entre o poder público e a sociedade civil com a intenção de colocar em pauta a questão da segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos.

A secretária Elza Fernandes pontuou que, apesar da ênfase às ações ser dada durante o mês de maio, as escolas realizam o trabalho de conscientização durante o ano todo. “É um trabalho de formiguinha, mas que precisa ser feito constantemente para surtir efeito na sociedade, por isso somos parceiros de todo os projetos que enfatizam a educação no trânsito”, ressaltou.

O tema da campanha deste ano, que acontece em todo o país, é “No trânsito, o sentido é a vida” e de acordo com o diretor-presidente da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Janine Bruno, a ideia de lançar o movimento na Semed foi para valorizar o papel da educação na formação dos alunos quanto a importância de ajudar na construção de um trânsito seguro, com motoristas e pedestres que respeitem a legislação e atuem de forma responsável nas vias.

“Professores são formadores de opinião, por isso são importantes nesse processo de informação, pois queremos formar uma geração mais consciente e responsável de seus atos no trânsito. Percebemos que ao longo dos anos  essa consciência está começando a aparecer desde a primeira edição da campanha, por isso a escola precisa estar junto nesse trabalho. Queremos que as crianças percebam que o importante é a vida que deve ser respeitada”, afirmou

Queda nos números

Para abrir a campanha, Janine Bruno falou sobre o trabalho de intervenção da engenharia do trânsito em Campo Grande e fez um resumo das ações da Agência desde o primeiro ano de gestão. Também realizaram palestras, o tenente-coronel Franco Alan, comandante do Batalhão de Polícia Militar de Trânsito, que falou sobre estatística e fiscalização do trânsito da Capital e a chefe da Educação para o Trânsito da Agetran, Ivanise Rotta, que abordou o tema central da campanha.

De acordo com dados do Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito (GGIT), que reúne órgãos do campo da educação e segurança no trânsito, de janeiro a abril de 2018 houve 25 mortes de pessoas no local ou após 30 dias do acidente enquanto que no mesmo período deste ano foram 23 óbitos. A queda nos índices tem transformado Campo Grande em exemplo internacional no sentido de mudar o cenário de violência no trânsito, tanto que em sete anos a Capital reduziu em 32% o número de mortes. “Pode parecer pouco, mas uma vida que se preserva é muito”, enfatizou Ivanise.

Até o final do mês, profissionais e alunos das 95 escolas e 101 EMEIs (Escolas Municipais de Educação Infantil), de todas as etapas da Educação, realizarão atividades lúdicas e pedagógicas com foco no respeito à vida e no trânsito responsável, por meio de apresentações culturais e palestras voltadas, inclusive, para a comunidade escolar. O objetivo é que as informações repassadas às crianças também cheguem aos pais.

Jornal Midiamax