Cotidiano

Seminário sobre ensino técnico em MS reúne governo, indústria e alunos

Governador falou sobre importância de formação técnica em discurso

Joaquim Padilha Publicado em 02/05/2018, às 10h08 - Atualizado às 10h09

None

Joaquim Padilha e Evelin Cáceres

O governo do Estado realiza nesta quarta-feira (2) o Seminário de Educação Profissional articulada ao Setor Produtivo. O evento ocorre no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, desde às 8h.

No local, professores, alunos e empresários discutem sobre a importância do ensino técnico em Mato Grosso do Sul. A abertura do seminário teve participação do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

“A economia se mobilizou, e se aperfeiçoar é um ganho enorme nesse mercado”, disse Azambuja. “É importante para os jovens perceberem as necessidades do mercado e se profissionalizarem de acordo com o que está crescendo de oferta em cada região”.

O governo de Mato Grosso do Sul oferece atualmente 45 cursos técnicos de forma gratuita a alunos do ensino médio. Esses cursos estão localizados nas 102 escolas estaduais que oferecem a formação, numa cobertura de 60% dos municípios do Estado.

Programação

O evento segue até as 15h30 desta quarta, com direito a almoço. Serão discutidos panoramas e novas propostas para o ensino técnico. O Ministério da Educação vai apresentar o MedioTec, proposta de integração entre cursos técnicos e Ensino Médio.

Já o Ministério da Indústria apresentará a plataforma SuperTEC, com o objetivo de estimular o interesse de jovens na formação profissional na área da tecnologia.

A CNI (Confederação Nacional da Indústria) também estará presente, expondo o Mapa de Demanda do Trabalho da Indústria em MS, que revela os índices de empregabilidade em cada setor do Estado.

No evento, também participam integrantes do Sistema S e representantes da Funsat (Fundação Social do Trabalho), além da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e SED (Secretaria de Estado de Educação).

Jornal Midiamax