Cotidiano

Quase 3 meses depois de ‘promessa de reparo’, pelotão da PM segue sem telhado

Situação acontece desde 2016

Raiane Carneiro Publicado em 22/03/2018, às 18h14

None

Situação acontece desde 2016

O 3° Pelotão de Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, localizado em Camapuã, cidade a 135 quilômetros de Campo Grande, continua com um ‘teto’ improvisado de lona enquanto o telhado não é reparado. A situação acontece desde novembro de 2016. A Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) respondeu que a obra deve ser retomada na próxima semana.

O Jornal Midiamax recebeu a denúncia de que a situação não mudou após uma reportagem sobre a falta de telhado na unidade policial. Uma placa foi do governo do Estado foi colocada no local, informando que a obra começou em janeiro e tem duração de 150 dias, mas, até o momento, nenhum reparo foi efetuado e a lona continua cobrindo parte do telhado do pelotão.
Quase 3 meses depois de ‘promessa de reparo’, pelotão da PM segue sem telhado

Questionada sobre a situação, a Sejusp informou que a obra foi paralisada por questões técnicas e que será retomada na próxima semana.

O caso

Em janeiro, uma reportagem mostrou a situação do pelotão do município. Na época, a ACS (Associação e Centro Social de Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul) confirmou a condição precária do prédio e informou que havia recorrido à Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil além do MPE (Ministério Público Estadual) para pedir a interdição da unidade e resolução do problema.

Jornal Midiamax